Tratamento temático da informação

análise sobre abordagens e enfoques em artigos científicos da área de Ciência da Informação

  • Lais Pereira de Oliveira Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Daniel Martínez-Ávila Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Universidad Carlos III de Madrid (UC3M)
Palavras-chave: Organização do conhecimento. Tratamento da informação. Representação de assunto. Produção científica.

Resumo

Aborda em termos conceituais e teóricos o tratamento temático da informação realizado no contexto da organização do conhecimento. Objetiva analisar as abordagens e enfoques das pesquisas desenvolvidas sobre tratamento temático da informação e publicadas na modalidade de artigo científico. Metodologicamente constitui estudo descritivo de natureza quali-quantitativa. Caracteriza-se ainda como pesquisa bibliográfica, executada a partir de coleta na Base de Dados em Ciência da Informação (BRAPCI) e com análise sustentada em sistematização estatística via gráfico e análise de conteúdo. Os resultados indicam uma distribuição de trabalhos ao longo dos últimos 10 anos, com predomínio de abordagens sobre o próprio tratamento temático, em detrimento de seus instrumentos, processos e produtos característicos, além do enfoque teórico na maioria das pesquisas publicadas na modalidade de artigo científico. Conclui-se que o assunto tem buscado, aos poucos, uma solidificação, tornada evidente em muitos trabalhos já nos títulos empregados para nomear as produções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lais Pereira de Oliveira, Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Universidade Federal de Goiás (UFG)

Docente do curso de graduação em Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás (UFG). Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Mestre em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (UnB). Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

Daniel Martínez-Ávila, Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Universidad Carlos III de Madrid (UC3M)

Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da Universidade Estadual Paulista (UNESP). Possui graduação em Biblioteconomía y Documentación pela Universidad Carlos III de Madrid (2005), Licenciado en Documentación pela Universidad Carlos III de Madrid (2007), Mestrado em Investigación en Documentación pela Universidad Carlos III de Madrid (2009), e Doutorado internacional pelo Programa Oficial de Doctorado en Documentación pela Universidad Carlos III de Madrid (2012). Foi Pesquisador e Instrutor Adjunto na University of Wisconsin-Milwauke até setembro de 2014 e Professor Assistente Doutor da Universidad Carlos III de Madrid até setembro de 2013 e desde setembro de 2019. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Organização da Informação. Membro do International Society for Knowlege Organization (ISKO) Scientific Advisory Board.

Referências

ALVES, Bruno Henrique; OLIVEIRA, Ely Francina Tannuri de; GRÁCIO, Maria Cláudia Cabrini. Análise de domínio na organização do conhecimento: explorando as relações temáticas e de citação. In: GUIMARÃES, José Augusto Chaves; DODEBEI, Vera (Orgs.). Organização do conhecimento e diversidade cultural. Marília: ISKO-Brasil; FUNDEPE, 2015. p. 461-468.

ALVES, Roberta Caroline Vesú; MORAES, João Batista Ernesto de. A dimensão epistemológica da análise documental de conteúdo de obras de ficção na organização do conhecimento. In: GUIMARÃES, José Augusto Chaves; DODEBEI, Vera (Orgs.). Organização do conhecimento e diversidade cultural. Marília: ISKO-Brasil; FUNDEPE, 2015. p. 117-124.

BAPTISTA, Dulce Maria. Breve reflexão sobre ética na representação do conhecimento. In: DODEBEI, Vera; GUIMARÃES, José Augusto Chaves (Orgs.). Complexidade e organização do conhecimento: desafios do nosso século. Rio de Janeiro: ISKO-Brasil; Marília: FUNDEPE, 2013. p. 272-276.

BARITÉ, Mario et. al. Diccionario de Organización del Conocimiento: classificación, indización, terminología. 6. ed. Montevideo: CSIC, 2015.

BETTENCOURT, Angela Monteiro. A representação da informação na Biblioteca Nacional: do documento tradicional ao digital. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 2014.

BRÄSCHER, Marisa; CAFÉ, Lígia. Organização da informação ou organização do conhecimento? In: LARA, Marilda Lopes Ginez de; SMIT, Johanna Wilhelmina (Orgs.). Temas de pesquisa em Ciência da Informação no Brasil. São Paulo: Escola de Comunicações e Artes/USP, 2010. p. 87-104.

BRÄSCHER, Marisa; GUIMARÃES, José Augusto Chaves. Tratamento temático da informação (TTI): influência dos paradigmas físico, cognitivo e social em artigos de revisão de literatura no período de 1966-1995. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 14, n. 2, p. 241-258, nov. 2018.

BRAZ, Márcia Ivo; CARVALHO, Evanise Souza de. Práticas em tratamento temático da informação: interfaces de ensino e aprendizagem. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 13, n. esp. CBBD 2017.

CAFÉ, Lígia Maria Arruda; SALES, Rodrigo de. Organização da informação: conceitos básicos e breve fundamentação teórica. In: ROBREDO, Jaime; BRÄSCHER, Marisa (Orgs.). Passeios pelo bosque da informação: estudos sobre representação e organização da informação e do conhecimento. Brasília: IBICT, 2010. p. 115-129.

CERVANTES, Brígida Maria Nogueira; SUENAGA, Cynthia Maria Kiyonaga; RODRIGUES, Maria Rosemary. Os conceitos no tratamento da informação arquivística: unidade basilar para a compreensão do conteúdo documental. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 22, n. esp., p. 131-151, jul. 2017.

DAL’EVEDOVE, Paula Regina; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. Estudo sociocultural da comunidade discursiva do tratamento temático da informação em bibliotecas universitárias. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 18, n. 36, p. 23-50, jan./abr. 2013.

DIAS, Eduardo Wense; NAVES, Madalena Martins Lopes. Análise de assunto: teoria e prática. 2. ed. rev. Brasília: Briquet de Lemos, 2013.

FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. A importância teórica e prática da indexação na fundamentação científica da organização e representação do conhecimento. In: DODEBEI, Vera; GUIMARÃES, José Augusto Chaves (Orgs.). Complexidade e organização do conhecimento: desafios do nosso século. Rio de Janeiro: ISKO-Brasil; Marília: FUNDEPE, 2013. p. 147-159.

GARCÍA GUTIÉRREZ, Antonio. Knowledge organization from a “culture of the border”: towards a transcultural ethics of mediation. In: LÓPEZ-HUERTAS, M. J. (Ed.). Challenges in knowledge representation and organization for the 21st century: integration of knowledge across boundaries. Würzburg: ERGON-Verlag, 2002. p. 516-522.

GOMES, Hagar Espanha. Marcos históricos e teóricos da organização do conhecimento. Inf. Inf., Londrina, v. 22, n. 2, p. 33-66, maio/ago. 2017.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves. A dimensão teórica do tratamento temático da informação e suas interlocuções com o universo científico da International Society for Knowledge Organization (ISKO). Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, v. 1, n. 1, p. 77-99, jan./jun. 2008.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves. Abordagens teóricas de tratamento temático da informação (TTI): catalogação de assunto, indexação e análise documental. Ibersid, p. 105-117, 2009.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves et. al. A dimensão conceitual da organização do conhecimento no universo científico da ISKO: uma análise de domínio a partir dos congressos da ISKO-Brasil, ISKO-Espanha, ISKO-América do Norte e ISKO-França. Scire, v. 21, n. 2, p. 13-26, jul./dic. 2015.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; FERREIRA, Gustavo M.; FREITAS, Maria Fernanda M. Correntes teóricas do tratamento temático da informação: uma análise de domínio da presença da catalogação de assunto e da indexação nos congressos de ISKO-España. In: CONGRESO ISKO CAPÍTULO ESPAÑOL, 10., 2011. Actas.. Ferrol, 2012.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; PINHO, Fabio Assis; FERREIRA, Gustavo Meletti. Relações teóricas da organização do conhecimento com as abordagens de catalogação de assunto, indexação e análise documental: uma análise de domínio da revista Scire (1995-2010). Scire, v. 18, n. 2, p. 31-41, jul./dic. 2012.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; SALES, Rodrigo de. Análise documental: concepções do universo acadêmico brasileiro em Ciência da Informação. DataGramaZero, v. 11, n. 1, fev. 2010.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; SALES, Rodrigo de; GRÁCIO, Maria Cláudia Cabrini. A dimensão interdisciplinar da análise documental nos contexto brasileiro e espanhol no âmbito da organização do conhecimento. DataGramaZero, v. 13, n. 6, dez. 2012.

GUINCHAT, Claire; MENOU, Michel. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. Tradução de Míriam Vieira da Cunha. 2. ed. corr. aum. Brasília: IBICT, 1994.

HJØRLAND, Birger. Fundamentals of knowledge organization. Knowledge Organization, v. 30, n. 2, p. 87-111, 2003.

HJØRLAND, Birger. Knowledge organization (KO). Knowledge Organization, v. 43, n. 6, p. 475-484, 2016.

HJØRLAND, Birger. Theories of knowledge organization. Knowledge Organization, v. 40, n. 3, p. 169-181, 2013.

HJØRLAND, Birger. What is knowledge organization (KO)? Annual Review of Information Science and Technology, v. 41, n. 1, p. 367-405, 2007.

KOCHANI, Ardala Ponce; BOCCATO, Vera Regina Casari; RUBI, Milena Polsinelli. Política de indexação para clippings: otimização do tratamento temático em coordenadorias de comunicação social brasileiras. Rev. Interam. Bibliot., Medellín, v. 35, n. 3, p. 257-273, 2012.

LIMA, Gercina Ângela Borém de Oliveira. Organização do conhecimento: pesquisa e desenvolvimento. In: GUIMARÃES, José Augusto Chaves; DODEBEI, Vera (Orgs.). Organização do conhecimento e diversidade cultural. Marília: ISKO-Brasil; FUNDEPE, 2015. p. 670-687.

LIMA, José Leonardo Oliveira; ALVARES, Lillian. Organização e representação da informação e do conhecimento. In: ALVARES, Lillian (Org.). Organização da informação e do conhecimento: conceitos, subsídios interdisciplinares e aplicações. São Paulo: B4 Editores, 2012. p. 21-47.

MEDEIROS, Graziela Martins de; VITAL, Luciane Paula; BRÄSCHER, Marisa. Tratamento temático da informação em documentos arquivísticos: estudo dos anais da ISKO e do GT2 do ENANCIB. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 9, n. 1, jan./ago. 2016.

MELO, Fabio José Dantas de. Categorização linguística como esteio da organização do conhecimento. In: ROBREDO, Jaime; BRÄSCHER, Marisa (Orgs.). Passeios pelo bosque da informação: estudos sobre representação e organização da informação e do conhecimento. Brasília: IBICT, 2010. p. 177-182.

OLIVEIRA, Lais Pereira de. Análise das publicações na área de organização e tratamento da informação à luz dos resumos. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 23, n. 2, p. 245-266, abr./jul. 2018.

RENDON ROJAS, Miguel Angel; HERRERA DELGADO, Lizbeth Berenice. Bases filosóficas de la organización de la información. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 15, n. 1, p. 3-17, jan./abr. 2010.

RODRIGUES, Maria Rosemary; CERVANTES, Brígida Maria Nogueira. Análise de assunto e mapas conceituais: semelhanças nos processos. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 20, n. 4, p. 35-56, out./dez. 2015.

RODRIGUES, Maria Rosemary; CERVANTES, Brígida Maria Nogueira. Organização e representação do conhecimento por meio de mapas conceituais. Ci. Inf., Brasília, v. 41, n. 1, p. 154-169, jan./abr. 2014.

SALES, Rodrigo de. Representação de domínios em biblioteconomia e arquivística. In: SILVA, Fabiano Couto Corrêa da; SALES, Rodrigo de (Orgs.). Cenários da organização do conhecimento: linguagens documentárias em cena. Brasília: Thesaurus, 2011. p. 45-70.

SOUSA, Brisa Pozzi. Representação temática da informação documentária e sua contextualização em biblioteca. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 9, n. 2, p. 132-146, jul./dez. 2013.

SOUSA, Brisa Pozzi; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. A classificação bibliográfica no contexto do tratamento temático da informação: um estudo com protocolo verbal individual em bibliotecas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IF’s). Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 18, n. 1, p. 796-813, jan./jun. 2013.

SOUZA, Fernanda Possenti de; HILLESHEIM, Araci Isaltina de Andrade. Tratamento da informação e o uso das tecnologias da informação e comunicação. Biblionline, João Pessoa, v. 10, n. 2, p. 81-96, 2014.

SOUZA, Rosali Fernandez de. Organização do conhecimento. In: TOUTAIN, Lídia Maria Batista Brandão (Org.). Para entender a Ciência da Informação. Salvador: EDUFBA, 2007. p. 103-123.

TARTAROTTI, Roberta Cristina Dal’Evedove; DAL’EVEDOVE, Paula Regina; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. Atuação bibliotecária na análise de assunto de teses nas dimensões teóricas da catalogação de assunto e indexação. In: GUIMARÃES, José Augusto Chaves; DODEBEI, Vera (Orgs.). Organização do conhecimento e diversidade cultural. Marília: ISKO-Brasil; FUNDEPE, 2015. p. 329-337.

VIEIRA, Ana Paula da Fonseca; OLIVEIRA, Lais Pereira de; CUNHA, Tatielle Marques. Incursões sobre o tratamento temático da informação: estudo da política de indexação em bibliotecas universitárias goianas. Inf. Pauta, Fortaleza, v. 2, n. 1, p. 28-49, jan./jun. 2017.
Publicado
2019-12-27
Como Citar
OLIVEIRA, L. P. DE; MARTÍNEZ-ÁVILA, D. Tratamento temático da informação. Informação em Pauta, v. 4, n. 2, p. 83-100, 27 dez. 2019.