Mapeamento entre sistemas de organização do conhecimento

revisão sistemática de literatura

Palavras-chave: Sistemas de Organização do Conhecimento, Interoperabilidade semântica, Mapeamentos entre Sistemas de Organização do Conhecimento, ISO 25964-2

Resumo

Aborda como temática os mapeamentos entre Sistemas de Organização do Conhecimento (SOC) para o estabelecimento de interoperabilidade semântica em SOCs na perspectiva da norma ISO 25964-2:2013. A partir da necessidade de investigar os tipos e funções dos mapeamentos entre SOC desenvolvidos na norma ISO 25964-2 (2013), a pesquisa teve como objetivo compreender sua função para o estabelecimento da interoperabilidade semântica nesses sistemas. Foi empregado como método de pesquisa a Revisão Sistemática de Literatura com protocolo composto de quatro passos. A análise crítica foi realizada com 12 artigos resultantes de pesquisas nesta temática e seis foram de fato úteis ao objetivo proposto. Conclui-se que para uma abordagem inicial do tema a pesquisa foi relevante e trouxe resultados, apresentados na construção da síntese teórica que discute os modelos de mapeamentos entre SOC e os mapeamentos de relações semânticas. É necessário maior aprofundamento de leituras e correlacionar os insumos obtidos com outras visões para ampliar o entendimento do tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Beatriz Piovezan Rio-Branco, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Doutora em Ciência da Informação, pela Universidade Estadual Paulista ? UNESP (2020) com tese vinculada à linha de pesquisa Produção e Organização da Informação. Possui mestrado em Ciência da Informação (2015) e graduação em Biblioteconomia (2011) pela UNESP. Foi membro da Sub-Comissão da CADA para elaboração de Vocabulário Controlado de termos arquivísticos da UNESP - VTArq (2013-2014), do Grupo de Política de Indexação e do Grupo de Linguagem da Rede de bibliotecas da UNESP. Desenvolve pesquisas na área de Ciência da Informação, tendo como principais interesses as temáticas: indexação, política de indexação, linguagem de indexação e leitura documental para indexação.

Walter Moreira, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Possui graduação em Biblioteconomia pelas Faculdades Integradas Teresa D'Ávila (1990), mestrado em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1998), doutorado em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo (2010), livre-docência em Sistemas de Organização do Conhecimento pela Universidade Estadual Paulista (2018). Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista, em Marília-SP, com atuação nos cursos de graduação em Arquivologia, em Biblioteconomia e no Programa de pós-graduação em Ciência da Informação. Desenvolve pesquisas sobre sistemas de organização do conhecimento, linguagens documentárias, terminologia, ontologias e teoria da classificação.

Mariângela Spotti Lopes Fujita, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1992), Livre Docente (2003) em Análise Documentária e Linguagens Documentárias Alfabéticas, Professora Titular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP no período de 2010 a 2017. Realizou atividades de ensino, pesquisa, extensão, com enfoque na Indexação e Linguagens de Indexação, além de gestão e docência na graduação em Biblioteconomia e Arquivologia da UNESP - Campus de Marília no período de 1980 a fevereiro de 2017. Atualmente presta serviços voluntários em ensino de pós-graduação, pesquisa e extensão na Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP - Campus de Marília. É docente permanente na Pós-Graduação na linha de pesquisa: Produção e Organização da Informação do Programa em Ciência da Informação da UNESP. Como Pesquisadora atua nos Grupos de Pesquisa: Representação Temática da Informação? (líder) e Leitura, organização, representação, produção e uso da informação ? UFPB? (membro). Desenvolve atividades de pesquisa na UNESP com bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq nível 1B. É membro das Sociedades Científicas de sua especialidade: Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação ANCIB e do Capítulo Brasileiro da International Society for KnowledgeOrganization ISKO, no Brasil e no exterior da International Society for KnowledgeOrganization ISKO. Profissionalmente atuou como Coordenadora da Coordenadoria Geral de Bibliotecas da UNESP de abril de 1999 a janeiro de 2005. Foi Diretora da Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP - Campus de Marília (2008/2012); Pró-Reitora de Extensão Universitária da UNESP (2013/2017); Membro da Comissão Permanente de Avaliação da UNESP; Membro da Comissão de Contratação Docente da UNESP; Membro do Conselho Editorial de Periódicos Científicos da UNESP, Assessora do Gabinete do Reitor da UNESP para assuntos de Biblioteca, Vice-Coordenadora do PPGCI da UNESP- Campus de Marília e membro de vários órgãos colegiados locais e centrais da UNESP. No CNPq atuou como Assessora e Presidente do Comitê de área de Comunicação, Artes e Ciência da Informação no período de 2012 a 2017. Atualmente é Supervisora do Instituto de Políticas Públicas de Marília e Presidente da Comissão Permanente de Publicações da Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP. É parecerista ad hoc de agências de fomento e participa como revisora e membro de Comitês Científicos de eventos e periódicos científicos em Ciência da Informação no Brasil e no exterior.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6022: Informação e Documentação - Artigo em publicação periódica científica impressa - Apresentação. Rio de Janeiro, 2003. 5 p.

ALEXIEV, Vladimir; ISAAC, Antoine; LINDENTHAL, Jutta. On the composition of ISO 25964 hierarchical relations (BTG, BTP, BTI). International Journal on Digital Libraries, v. 17, n. 1, p. 39-48, 2016. Disponível em: https://bit.ly/2Vcp2gk. Acesso em: 22 fev. 2019.

ANDRADE, Juliette de. Interoperabilidade e mapeamentos entre sistemas de organização do conhecimento na busca e recuperação de informações em Saúde: estudo de caso em ortopedia e traumatologia. 2015. 324p. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: https://bit.ly/2U6676W. Acesso em: 22 fev. 2019.

ANDRADE, Morgana Carneiro; CERVANTES, Brígida Maria Nogueira. A contribuição da organização do conhecimento para a interoperabilidade semântica: alternativas para repositórios institucionais. Informação@ Profissões, v. 1, n. 1/2, p. 151-169, 2013.

BALAKRISHNAN, Uma; AKTER, Morsheda. Project Coli-conc: Mapping Library Knowledge Organisation Systems. In: Proc. of the 17th European Networked Knowledge Organization Systems Workshop (NKOS 2017). CEUR-WS. org, Thessaloniki, Greece. 2017. Disponível em: https://bit.ly/2GJe6U8. Acesso em: 22 fev. 2019.

BOCCATO, Vera Regina C.; TORQUETTI, M. C. Interoperabilidade entre linguagens de indexação como recurso de construção de instrumento de representação temática de clippings de coordenadorias de comunicação social em ambientes universitários: uma proposta metodológica. Informação & Informação. v. 17, n. 3, p. 76-101, set./dez. 2012. Disponível em: https://bit.ly/2GGgiMg. Acesso em: 15 fev. 2019.

BOOTH, Andrew; SUTTON, Anthea; PAPAIOANNOU, Diana. Systematic approaches to a successful literature review. Sage, 2012.

DEXTRE CLARKE, Stella G.; ZENG, Marcia Lei. From ISO 2788 to ISO 25964: The evolution of thesaurus standards towards interoperability and data modelling. Information Standards Quarterly, v. 24, n. 1, 2012. Disponível em: http://eprints.rclis.org/16818/. Acesso em: 16 out. 2017.

DU, W. et al. Establishing interoperability among knowledge organization systems for research management: a social network approach. Scientometrics, v. 112, n. 3, p. 1489–1506, 2017. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s11192-017-2457-0. Acesso em: 15 jan. 2018.

DU PREEZ, Madely. Taxonomies, folksonomies, ontologies: what are they and how do they support information retrieval? The Indexer, v. 33, n. 1, p. 29-37, 2015. Disponível em: https://bit.ly/2SVODgU. Acesso em: 22 fev. 2019.

GARCÍA MARCO, Francisco Javier. ISO 25964-2: interoperabilidad de los tesauros con otros sistemas de organización del conocimiento en contextos semánticos. Anuario ThinkEPI, n. 1, p. 305-309, 2017. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6008488. Acesso em: 7 nov. 2017.

GÓMEZ DUEÑAS, Laureano Felipe. Modelos de interoperabilidad en bibliotecas digitales y repositorios documentales: caso Biblioteca Digital Colombiana BDCOL.

HJØRLAND, Birger. Theories are knowledge organizing systems (KOS). Knowledge Organization, v. 42, n. 2, p. 113-128, 2015.

HODGE, G. Systems of knowledge organization for digital libraries: beyond traditional authority files. Washington: Council on Library and Information Resources, 2000.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 25964-1: information and documentation - Thesauri and interoperability with other vocabularies - part 1: Thesauri for information retrieval. Genebra, 2011.

NTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 25964-2: information and documentation - Thesauri and interoperability with other vocabularies - part 2: Interoperability with other vocabularies. Genebra, 2013.

JONQUET, Clement et al. AgroPortal: A vocabulary and ontology repository for agronomy. Computers and Electronics in Agriculture, v. 144, p. 126-143, 2018. Disponível em: https://bit.ly/2Iy53r4. Acesso em: 22 fev. 2019.

LARA, Marilda Lopes Ginez de. Novas tecnologias nos sistemas de organização do conhecimento: possibilidades de ´escutar` outros discursos? In: JORNADA CIENTÍFICA INTERNACIONAL DA REDE MUSSI ´REDES E PROCESSOS INFOCOMUNICACIONAIS: MEDIAÇÕES, MEMÓRIAS, APROPRIAÇÕES`, 2.., Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: Rede Mussi, 2012.

LARA, Marilda Lopes Ginez de. Documentary languages and knowledge organization systems in the context of the semantic web. Transinformação, Campinas, v.25, n.2, p.145-150, 2013. Disponível em: http://ref.scielo.org/qyy2s9. Acesso em: 22 fev. 2019.

LEIVA-MEDEROS, Amed et al. Working framework of semantic interoperability for CRIS with heterogeneous data sources. Journal of Documentation, v. 73, n. 3, p. 481-499, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1108/JD-07-2016-0091. Acesso em: Acesso em: 22 fev. 2019.

LLANES-PADRÓN, Dunia; PASTOR-SÁNCHEZ, Juan-Antonio. Records in contexts: the road of archives to semantic interoperability. Program, v. 51, n. 4, p. 387-405, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1108/PROG-03-2017-0021. Acesso em: 05 jan. 2018.

LUCARELLI, Anna; VITI, Elisabetta. Florence–Washington Round Trip: Ways and Intersections between Semantic Indexing Tools in Different Languages. Cataloging & Classification Quarterly, v. 53, n. 3-4, p. 414-429, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1080/01639374.2014.1004008. Acesso em: 22 fev. 2019.

MAI, J. E. The future of general classification. Cataloging & Classification Quarterly, v. 37, n. 1/2, p. 3-12, 2003. Disponível em: https://doi.org/10.1300/J104v37n01_02. Acesso em: 22 fev. 2019.

MARTÍNEZ-GONZÁLEZ, M. Mercedes; ALVITE-DÍEZ, María-Luisa. On the evaluation of thesaurus tools compatible with the Semantic Web. Journal of Information Science, v. 40, n. 6, p. 711-722, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0165551514545603. Acesso em: 22 fev. 2019.

MARTINS, Maria Catarina Barradas. Indexação e controlo da terminologia em bibliotecas do ensino superior politécnico em Portugal: o sistema no instituto politécnico de Portalegre. Salamanca: Ediciones Universidad de Salamanca, 2013.

MAYR, Philipp et al. Recent applications of Knowledge Organization Systems: introduction to a special issue. International Journal on Digital Libraries, v. 17, n. 1, p. 1-4, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s00799-015-0167-x. Acesso em: 22 fev. 2019.

MAZZOCCHI, Fulvio. Knowledge organization systems (KOS). In: HJØRLAND, Birger; GNOLI, Claudio (Eds.). Encyclopedia of knowledge organization. 2017a. Disponível em: http://www.isko.org/cyclo/kos. Acesso em: 08 fev. 2018.

MAZZOCCHI, Fulvio. Relations in KOS: is it possible to couple a common nature with different roles? Journal of Documentation, v. 73, n. 2, p. 368-383, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1108/JD-05-2016-0063. Acesso em: 25 nov. 2017.

MAZZOCCHI, F. Knowledge organization systems (KOS): an introductory critical account. Knowledge Organization, v. 45, n. 1, p. 54-78, 2018.

MOREIRA, Walter; LARA, Marilda L. G. de. Ontologias, categorias e interoperabilidade semântica. DataGramaZero: revista de informação, v. 13, n. 4, ago 2012. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/114907. Acesso em: 22 fev. 2019.

NORRIS, D. M. A history of cataloguing and cataloguing methods: 1100-1850. London: Grafton, 1939.

SOUZA, Renato R.; TUDHOPE, Douglas; ALMEIDA, Maurício B. Towards a taxonomy of KOS: dimensions for classifying knowledge organization systems. Knowledge Organization, v. 39, n. 3, p. 179-192, 2012.

TEIXEIRA, Joice Rodrigues; ALMEIDA, Maurício Barcellos. Revisita a noção de aboutness: uma investigação teórica para aplicação em ontologias. In: INFORMAÇÃO, SOCIEDADE E COMPLEXIDADE, XVIII, 2017. Anais do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação – ENANCIB, Marília: UNESP, 2017. Disponível em: https://bit.ly/2SVabKz. Acesso em: 21 nov. 2017.

SAYÃO, Luis Fernando. Encontros Bibli, Florianópolis, n. esp., 1. sem. 2007.

SOERGEL, Dagobert. Unleashing the Power of Data Through Organization: Structure and Connections for Meaning, Learning, and Discovery. Knowledge Organization, v. 42, n. 6, p. 401-427, 2015.

TOMAÉL, Maria Inês (Org.). Fontes de informação na internet. Londrina: EDUEL, 2008.

ZENG, Marcia L.; CHAN, Lois M. Trends and issues in establishing interoperability among knowledge organization systems. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 55, n. 5, p. 337-395, 2004. Disponível em: https://doi.org/10.1002/asi.10387. Acesso em: 22 fev. 2019.

ZENG, Marcia L. Knowledge organization systems (KOS). Knowledge Organization, v. 35, n. 2/3, p. 160-182, 2008.
Publicado
2021-10-17
Como Citar
RIO-BRANCO, L. B. P.; MOREIRA, W.; FUJITA, M. S. L. Mapeamento entre sistemas de organização do conhecimento. Informação em Pauta, v. 6, n. 00, p. 1-21, 17 out. 2021.