http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/issue/feed Informação em Pauta 2019-12-29T10:46:57-03:00 Maria Giovanna Guedes Farias mgiovannaguedes@gmail.com Open Journal Systems <p><strong>Informação em Pauta</strong> é um periódico científico eletrônico do Departamento de Ciências da Informação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará (DCINF/PPGCI/UFC), disponível em open access.<br><br>Tem como objetivo divulgar trabalhos que contribuam para o desenvolvimento, fortalecimento e crescimento da Ciência da Informação, Biblioteconomia e áreas afins, incentivando a produção de conhecimentos entre pesquisadores, docentes, discentes e demais profissionais de diferentes regiôes do país e no exterior.<br><br>Com periodicidade semestral, o periódico publica contribuições inéditas em três idiomas: português, espanhol e inglês. As avaliações são realizadas no modelo duplo-cego pelo corpo editorial científico e o fluxo de submissão é contínuo. Os artigos compreendem todas as modalidades de estudos da área de Ciência da Informação, mas eventualmente algumas edições podem lançar números especiais que tratem de temas mais específicos da área de estudo em questão.</p> <p><strong>ISSN 2525-3468</strong></p> <p>&nbsp;</p> http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/41202 Memória, Cidade e Bibliofilia 2019-12-29T10:46:57-03:00 Hanna Sandy de Oliveira hannaydnas@gmail.com Lidia Eugenia Cavalcante cavalcantelidiaeugenia@gmail.com <p align="justify"><span style="font-family: Arial, sans-serif;"><strong>I</strong></span><span style="font-family: Arial, sans-serif;">nvestiga as relações entre memória, cidade e bibliofilia mediante revisão de literatura e sob o ponto de vista dos autores estudados. Trata também dos lugares de memória, apresentando a cidade como lugar de memória, vislumbrando a construção da identidade dos sujeitos a partir do que é dado a ler e a ver em seu patrimônio literário. Traz, por fim, a possibilidade da memória dos lugares através dos livros, mediante registros de memórias orais e em livros de ficção, vislumbrando a literatura como meio de retratar um contexto social, época e tempo. Apresenta conceitos de bibliofilia, de sua possível origem e as diferentes conotações que o termo carregou ao longo dos séculos, assim como breve histórico da bibliofilia no Brasil. Os resultados deste estudo apontam que o bibliófilo possui relação com a memória como colecionador de livros e estudioso de sua história, cujo papel é essencial na constituição de acervos raros e memorialísticos.</span></p> 2019-12-27T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2019 Hanna Sandy de Oliveira, Lidia Eugenia Cavalcante http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/41558 O bibliotecário e as fake news 2019-12-29T10:46:57-03:00 Silvana Souza da Silva silvana.ufrn@hotmail.com Gabrielle Francinne de Souza Carvalho Tanus gfrancinne@gmail.com <p>A excessiva quantidade de informação não é um fenômeno do século XXI, assim como também não é a criação de notícias falsas. Em meio a esse contexto, vincula-se a sociedade da informação, que diante da expressiva produção de <em>fake news</em> (notícias falsas), contribui para o fortalecimento da pós-verdade, resultando na desinformação em diferentes âmbitos e em escala global. Esta pesquisa relaciona-se o tema das <em>fake news</em> ao profissional da informação, elucidando suas competências e conduta ética. Dessa forma, convoca-se os autores que abordam sobre o perfil do bibliotecário, sobretudo como mediador. O estudo tem como objetivo geral analisar a percepção dos egressos do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte quanto as suas competências no combate a disseminação das <em>fake news</em>. Como instrumento de coleta de informações recorreu-se ao questionário composto por perguntas fechadas e abertas. Percebeu-se que os egressos conhecem acerca das notícias falsas e seus desdobramentos, buscando em determinadas situações combater o uso e a propagação das <em>fake news</em>. Sugere-se a ampliação da pesquisa com outros egressos, envolvendo as temáticas da ética e da competência frente as notícias falsas e seus correlatos: pós-verdade e desinformação.</p> 2019-12-27T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2019 Silvana Souza da Silva, Gabrielle Francinne de Souza Carvalho Tanus http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/42444 Impactos das teses e dissertações do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFMG: 2019-12-29T10:46:56-03:00 Belkiz Costa belkizcosta@gmail.com Marlene Oliveira marleneotmelo@gmail.com Ronaldo Araújo ronaldfa@gmail.com <p>Pretendeu-se analisar os impactos acadêmico e social das teses e dissertações do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, defendidas entre 2002 e 2018 e disponibilizadas na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG. A pesquisa caracteriza-se como descritiva, exploratória e de natureza quantitativa e qualitativa, usando métodos bibliométricos e altmétricos. A amostra foi composta por 296 dissertações e 150 teses. Utilizou-se o Google Scholar&nbsp; para mensurar o impacto acadêmico medido em citações e o gerenciador de referências Mendeley, para o impacto social compreendido nos indicadores de marcação e de contagem de leitores. Registrou-se que as 296 dissertações receberam 899 citações e as 150 teses receberam 1.013 citações no Google Scholar. Foram identificadas 60 dissertações e 40 teses marcadas no Mendeley. As dissertações acumularam um total de 295 leitores e as teses 410 leitores no Mendeley. O uso do Google Scholar e do Mendeley permitiu apontar o acesso e a visibilidade das teses e dissertações e um expressivo impacto acadêmico e social. Embora o acesso aberto tenha tornado as teses e dissertações mais acessíveis, ainda nota-se um pequeno índice de citação, tanto para as teses, quanto para as dissertações.</p> 2019-12-27T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2019 Belkiz Costa, Marlene Oliveira, Ronaldo Araújo