O CURRÍCULO INTEGRADO NOS DOCUMENTOS DO IFRN: PERSPECTIVAS E DESAFIOS

Autores

  • José Gerardo Bastos da Costa Júnior Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte - IFRN
  • Francisca Leidiana de Souza UERN/IFRN/UFERSA
  • Luiz Antonio da Silva dos Santos UERN/IFRN/UFERSA
  • Francisco das Chagas Silva Souza Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte - IFRN

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v2i18.33515

Palavras-chave:

Dualidade, Currículo Integrado, Ensino Médio Integrado,

Resumo

Neste artigo, abordamos as perspectivas e os desafios enfrentados pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) para colocar em prática a integração curricular. A metodologia constou de um pesquisa documental na qual foram analisados o Projeto Político-Pedagógico (PPP) dessa instituição e cinco Projetos Pedagógicos dos Cursos Técnicos de Nível Médio Integrados (PPC). Constatamos, no PPP, a preocupação do IFRN em destacar as bases teóricas marxistas em que se assentam o seu currículo. A formação integral e a necessária articulação entre a formação geral e a profissional são ressaltadas ao longo do documento. Entretanto, nos textos dos PPC, embora haja recorrências aos princípios defendidos pelo PPP, em algumas situações percebemos um distanciamento com relação às propostas desse documento que norteia o currículo integrado no IFRN.  

ABSTRACT

This article approaches the perspectives and challenges faced by the Federal Institute of Education, Science and Technology of Rio Grande do Norte (IFRN) that sets in motion the curricular integration. The methodology had documental research that analysed the Pedagogical Political Project (PPP) of the institution and another five Course Pedagogical Projects (PPC) of different Integrated Vocational High School Courses. We perceived, in the PPPs, the concern of IFRN to highlight the theoretical Marxist basis that are present in their curriculum. The integral formation and the necessary articulation between general formation and vocational formation are also highlighted throughout the entire document. Although the PPCs have some recurrences of the principles defended by the PPPs, we also perceived the detachment, in some occasions, from the proposals of the document that supports the integrated curriculum at IFRN.

Biografia do Autor

José Gerardo Bastos da Costa Júnior, Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte - IFRN

Licenciado em História (UECE), especialista em Planejamento Educacional (UNIVERSO), mestre em Ensino pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino (UERN/IFRN/UFERSA) e professor do IFRN.

Francisca Leidiana de Souza, UERN/IFRN/UFERSA

Bacharela em Turismo (UERN), especialista em Educação e Contemporaneidade (IFRN) e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino (UERN/IFRN/UFERSA)

Luiz Antonio da Silva dos Santos, UERN/IFRN/UFERSA

Graduado em Pedagogia, especialista em Língua Portuguesa e Matemática (IFRN) e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ensino (UERN/IFRN/UFERSA)

Francisco das Chagas Silva Souza, Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte - IFRN

Doutor em Educação (UFRN) e professor do IFRN e dos Programas de Pós-Graduação em Ensino (UERN/IFRN/UFERSA) e em Educação Profissional e Tecnológica (Mestrado Profissional em Rede Nacional).

Referências

BEMVINDO, V. A concepção socialista de educação politécnica: contribuições dos socialistas utópicos, libertários e científicos. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 70, p. 138-162, dez. 2016.

BRASIL. Decreto n. 5.154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. Brasília, DF, 2004a. Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2004/Decreto/D5154.htm>Acesso em: 26 mar. 2018.

CIAVATTA, M. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M (Org.). Ensino médio integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2012. p. 83-106.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M. (Org.). A formação do cidadão produtivo: a cultura de mercado no ensino médio técnico. Brasília: INEP, 2006.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. A gênese do Decreto n. 5.154/2004: um debate no contexto controverso da democracia restrita. In: ______. (Org.) Ensino médio integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2012. p. 21-56.

GRAMSCI, A. Escritos políticos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, v. 2, 2004.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Projeto Político-Pedagógico do IFRN: uma construção coletiva. Natal, 2012a.

______. Proposta de Trabalho das Disciplinas nos Cursos Técnicos de Nível Médio Integrado Regular e na Modalidade EJA. Mossoró/RN: IFRN. 2012b. Disponível em: http://portal.ifrn.edu.br/institucional/projeto-politico-pedagogico-1/lateral/menu-/ptdem/view. Acesso em: 17 de out. 2017.

______. Projeto pedagógico do curso técnico de nível médio em Administração na forma integrada presencial. Natal, IFRN, 2012c.

______. Projeto pedagógico do curso técnico de nível médio em Informática na forma integrada presencial. Natal, IFRN, 2012d.

______. Projeto pedagógico do curso técnico de nível médio em Mecânica na forma integrada presencial. Natal, IFRN, 2012e.

______. Projeto pedagógico do curso técnico de nível médio em Edificações na forma integrada presencial. Natal, IFRN, 2011a.

______. Projeto pedagógico do curso técnico de nível médio em Eletrotécnica na forma integrada presencial. Natal, IFRN, 2011b.

KUENZER, A. Exclusão includente e inclusão excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In: LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D.; SANFELICE, J. L. Capitalismo, trabalho e educação. Campinas: Autores Associados, HISTEDBR, 2002. p. 77-95.

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1991.

MACHADO, L. R. S. Mudanças tecnológicas e a educação da classe trabalhadora. Campinas, SP: Papirus, 1992.

MORAIS, J. K. C.; SANTOS, M. G. M.; BRANDÃO, P. A. F. O caminho dos professores na educação profissional: percepções sobre o sentido do trabalho e do trabalho docente. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica. Brasília, v. 1, n 12, p. 96-110, 2017. Disponível em: <http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/5717/pdf>. Acesso em: 16 dez. 2017.

MOURA, D. H. Educação básica e educação profissional e tecnológica: dualidade histórica e perspectiva de integração. Holos, Natal, v. 2, p. 1-27, 2007.

______. Ensino médio integrado: subsunção aos interesses do capital ou travessia para a formação humana integral? Educação e pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 3, p. 705-720, jul./set. 2013.

MOURA, D.; LIMA FILHO, D. L.; SILVA, M. R. Politecnia e formação integrada: confrontos conceituais, projetos políticos e contradições históricas da educação brasileira. Revista Brasileira de Educação. Campinas, v. 20, n. 63, p. 1.057-1.080, out./dez. 2015.

NOSELLA, P. Trabalho e Perspectivas de Formação dos Trabalhadores: para além da formação politécnica. Revista Brasileira de Educação. Campinas, v. 12, n. 34, p. 137-151, jan./abr. 2007.

OLIVEIRA, M. R. N. S. A Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica e a formação de professores para a educação profissional e tecnológica. Educação Superior em debate, Brasília: INEP. v. 8, p. 159-172, 2008.

OLIVEIRA, R. A (des)qualificação da Educação Profissional brasileira. São Paulo: Cortez, 2003.

RAMOS, M. Os desafios para a construção do Currículo Integrado. Osasco: Intercâmbio, Informações, Estudos e Pesquisas, set. 2010. (Palestra) Disponível em: <http://iiep.org.br/blog/2010/09/16/palestra-com-marise-ramos%C2%B9/> Acesso em: 30 out. 2017.

______. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M (Org.). Ensino médio integrado: concepção e contradições. São Paulo: Cortez, 2012, p. 107-128.

SAVIANI, D. A pedagogia no Brasil: história e teoria. Campinas: Autores associados, 2008.

______. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação. Campinas, v. 12, n. 32, p. 152-180, jan./abr. 2007.

______. O choque teórico da politecnia. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v.1, n.1 p. 131-152. 2003.

SILVA, M. R.; COLONTONIO, E. M. Integração curricular: o que revelam as primeiras iniciativas do Ensino Médio Integrado e as suas propostas pedagógicas. In: SILVA, M. R. (Org.). Ensino Médio Integrado: travessias. Campinas: Mercado das Letras, 2013. p. 175-204.

SOUZA, F. C. S.; PEREIRA, U. A.; RODRIGUES, I. S. Ensino Médio Integrado e

formação docente: impasses e proposições. Dialogia, São Paulo, n. 24, p. 25-37, jul./dez. 2016.

VIGOTSKI, L. S. Teoria e método em psicologia. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

Downloads

Publicado

2018-08-28

Como Citar

COSTA JÚNIOR, José Gerardo Bastos da; SOUZA, Francisca Leidiana de; SANTOS, Luiz Antonio da Silva dos; SOUZA, Francisco das Chagas Silva. O CURRÍCULO INTEGRADO NOS DOCUMENTOS DO IFRN: PERSPECTIVAS E DESAFIOS. Revista Labor, [S. l.], v. 2, n. 18, p. 180–192, 2018. DOI: 10.29148/labor.v2i18.33515. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/33515. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.