Educação Profissional no Ensino Superior à Distância e o papel da tutoria para a formação humana

relato de uma experiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i23.44401

Palavras-chave:

Tutoria, Relato de Experiência, Educação Profissional, Educação à Distância, Ensino Superior.

Resumo

O crescimento das tecnologias digitais de informação e de comunicação tem demonstrado que vários setores da sociedade foram beneficiados e passaram por mudanças, com destaque para a Educação à Distância, que foi evoluindo a cada nova tecnologia, como a carta, o rádio, a televisão, até à internet. Nesse percurso, proporcionou maior alcance espaço-temporal e diminuiu a distância entre alunos e docentes. Com a internet e a possibilidade de atender quantidades cada vez maiores de discentes, para a composição de um curso a distância, novos atores entraram em cena, como o caso do professor mediador, considerado tutor presencial e à distância. A tutoria tem a função de orientar e acompanhar o desenvolvimento de alunos, bem como avaliar a aprendizagem, mediando o processo entre alunos e professores. Esse estudo traz como justificativa problematizadora a necessidade de compreensão do que seja tutoria na educação superior a distância, e objetiva refletir sobre a atuação dessa para a formação humana dos alunos. A pesquisa é de cunho bibliográfico e documental e utiliza na argumentação experiências e vivências derivadas do processo de tutoria, pois busca discutir a contribuição dessa para a formação humana dos discentes. As considerações destacam que a tutoria na educação à distância tem um papel primordial para a aprendizagem de discentes no processo de formação humana, principalmente, em cursos de formação pedagógica para graduados não licenciados.

Biografia do Autor

Lenina Lopes Soares Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e em Ciências Sociais pela Universidade Luterana do Brasil; é Especialista em Psicopedagogia pela Universidade Potiguar; fez Curso de Aperfeiçoamento em Pesquisa em Educação pelo Espaço Oficina de Ciência e Arte; Mestrado e Doutorado, no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Líder do Núcleo de Pesquisa em Educação, Ciência, Tecnologia e Trabalho (Necttra) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Orientação Educacional, Consultoria em Organização de Instituições Educativas e Pesquisa em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, ensino-aprendizagem, organização escolar, mediação pedagógica, políticas educacionais, memória e história da educação.

Adriana Aparecida de Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005), mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2008) e doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2013). É Pós Doutora pelo Programa de Pós Graduação em Educação Profissional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Direitos Humanos e Ética, atuando principalmente nos seguintes temas: violência, Juventude e Políticas públicas em Educação.

Referências

ABED – Associação Brasileira de Educação à distância. Camila Rosa (tradutora). Curitiba: InterSaberes, 2019. Disponível em: http://abed.org.br/arquivos/CENSO_DIGITAL_EAD_2018_PORTUGUES.pdf. Acesso em: 01 out. 2019.
BARROS, J. Educação à distância. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao/educacao-distancia.html. Acessado em: setembro de 2019.
BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação à distância. Referenciais de qualidade para educação superior a distância. Brasília, DF: MEC, 2007.
CARVALHO, Guilherme Paiva de. Tecnologias digitais e Educação à distância. Mossoró, RN: Edições UERN, 2015.
CASTELLS, Manuel. A galáxia da Internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Trad. Maria Luiza X. de A. Borges. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.
Censo EAD.BR: Relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil 2018 = Censo EAD.BR: analytic report of distance learning in Brazil 2018 [livro eletrônico]/[organização]
Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação - CETIC.br. Pesquisa TIC Domicílios – 2019. Disponível em: https://www.cetic.br/pt/pesquisa/domicilios/. Acesso em 26 mai. 2020.
ENCONTRO INTERNACIONAL TRABALHO E PERSPECTIVA DE FORMAÇÃO DE TRABALHADORES. Anais... Vol. 01, nº 03 – nov de 2019.ISSN - 2448-4210. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1VMfEXzN5n2eHo3p3rMTLu5Ty305oK1hx/view?usp=sharing. Acesso em mai. 2020.INSTITUTO Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN. Projeto Pedagógico do Curso de Formação Pedagógica para Graduados não Licenciados, Natal, 2018.
LIMA, É. R. S. de; SILVA, F. N. da; SILVA, L. L. S. A Educação Profissional no Brasil e os horizontes utópicos de alguns de seus principais intérpretes Revista Ensino Interdisciplinar, UERN, Mossoró, RN v. 2, nº. 05, Julho/2016. Disponível em: http://periodicos.uern.br/index.php/RECEI/article/download/1952/1051. Acesso em: mai. 2020.
TECMUNDO. Mais de 4 bilhões de pessoas usam a internet ao redor do Mundo. Tecmundo, 2018. Disponível em: https://www.tecmundo.com.br/internet/126654-4-bilhoes-pessoas-usam-internet-no-mundo.htm. Acesso em: 30 set. 2019.
MOURA, D. H. Trabalho e formação docente na educação profissional. Curitiba: Instituto Federal do Paraná, 2014.
PRADO, C.; CASTELI, C. P. M.; LOPES, T. O.; KOBAYASHI, R. M.; PERES, H. H. C.; LEITE, M. M. J. Espaço virtual de um grupo de pesquisa: o olhar dos tutores. Revista da Escola de Enfermagem, USP, v. 46, p. 246-251, 2012.
SILVEIRA, R. A. M; SOUZA, M. M. P de; SILVA, W. V. K. de M. O papel do tutor como mediador da aprendizagem na Educação à distância. Maringá, 2014. Disponível em: http://www.abed.org.br/hotsite/20-ciaed/pt/anais/pdf/192.pdf. Acessado em 2019. Acesso em 30 set. 2019.
PORTAL IFRN – EaD – Campus Natal Zona Leste. Institucional. Disponível em: https://ead.ifrn.edu.br/portal/institucional/sobre-o-campus/. Acesso em: 30 set. 2019.
SEVERINO, A. J. A busca do sentido da formação humana: tarefa da Filosofia da Educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.32, n.3, p. 619-634, set./dez. 2006

Publicado

2020-06-16

Como Citar

DIÓGENES, Maria Helena Bezerra da Cunha; SILVA, Lenina Lopes Soares; SOUZA, Adriana Aparecida de. Educação Profissional no Ensino Superior à Distância e o papel da tutoria para a formação humana: relato de uma experiência. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 23, p. 202–222, 2020. DOI: 10.29148/labor.v1i23.44401. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/44401. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.