Reformas em contraste, formações em debate

um estudo das leis 5.692/71 e 13.415/17 e a proposição de um prisma rizomático na educação profissional

Autores

  • Francisco Vieira da Silva UFERSA
  • Diego Rodrigues da Silva Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Ariel Quizi de Andrade Coringa Universidade Federal Rural do Semi-Árido

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i24.60131

Palavras-chave:

Educação profissional. Legislação escolar. Educação escolar.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo investigar as especificidades da Lei nº 5.692/1971 e a Lei nº 13.415/2017, com vistas a pensar nas configurações da educação profissional e na possível construção de uma formação integral. A metodologia constitui-se por meio de uma análise documental de fontes, por meio do estudo das leis e dos Referenciais Curriculares disponibilizados pelo MEC acerca da implantação do Novo Ensino Médio. Em seguida, no processo de toda pesquisa, buscaremos acirrar as discussões acerca dos limites e contradições das Leis nº 5.692/1971 e nº 13.415/2017, enquanto propostas para um ensino-aprendizagem mercadológico e/ou humanizador. Por fim, problematizaremos a ideia de “Formação Integrada”, sugerida nas realidades que constituem uma suposta conciliação satisfatória entre o Ensino Propedêutico e a Educação Profissional, utilizada nos textos e insinuações de ambas as leis, no intuito de traçar movimentos reflexivos que possibilitem enxergá-la através de um prisma Rizomático, conceito esse desenvolvido pelos filósofos Gilles Deleuze e Félix Guattari.

Biografia do Autor

Francisco Vieira da Silva, UFERSA

Docente da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e do Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO) da associação entre a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

Diego Rodrigues da Silva, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO) da associação entre a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Ariel Quizi de Andrade Coringa, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Graduada em Química pela Umniversidade do Estado do Rio Grande do Norte 

Referências

CAIRES, Vanessa Guerra; OLIVEIRA, Maria Auxiliadora Monteiro. Educação profissional brasileira: da colônia ao PNE 2014-2024. Petrópolis, RJ: Vozes, 2016.

CIAVATTA, Maria. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória
e de identidade. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Mara; RAMOS, Marise (Orgs.). Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2012. p. 83-106.

CURY, Carlos Roberto Jamil. et al. A profissionalização do ensino na Lei n.5692/71. Brasília: INEP, 1982.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia, vol.1. Tradução de Aurélio Guerra Neto e Célia Pinto Costa. Rio de Janeiro: Ed.34, 1995.

ESCOTT, Clarice Monteiro; MORAES, Márcia Amaral Correa de. IX Seminário Nacional de Estudos e Pesquisas “História, Sociedade e Educação no Brasil”. In: História da educação profissional no Brasil: as políticas públicas e o novo cenário de formação de professores nos institutos federais de educação, ciências e tecnologia. p.1492-1508, 2012. Disponível em: < https://histedbrnovo.fe.unicamp.br/pf-histedbr/seminario/seminario9/PDFs/2.51.pdf>. Acesso em: 25 jun. 2020.

FERRETI, Celso João. Educação Profissional. In: OLIVEIRA, D.A.; DUARTE, A.M.C.; VIEIRA, L.M.F. Dicionário: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2010.

FURLAN, Elisangela. Educação na década de 1970: formação sem informação. [S.l.: s.n.]. 2015. Disponível em: < http://www.histedbr.fe.unicamp.br/acer_histedbr/jornada/jornada11/artigos/4/artigo_simposio_4_739_furlan.elisangela@gmail.com.pdf>. Acesso em: 26 jun. 2020.

GALLO, Sílvio. Por uma educação menor, Educação e Realidade, Porto Alegre, v.27 n.2 p.169-178, jul./dez. 2002.

GONÇALVES, Suzane da Rocha Vieira. Interesses mercadológicos e o “novo” ensino médio. Revista Retratos da Escola, Brasília, v.11, n.20, p.131-145, jan/jun. 2017. Disponível em: < http//www.esforce.org.br >. Acesso em: 25 jun. 2020.

KRAWCZYK, Nora; FERRETI, Celso J. Flexibilizar para quê? Mais verdade da “reforma”. Retratos da Escola. v. 11, n. 20, jan/jun. 2017. p. 33-44.

LINS, Daniel. Mangue’s School ou por uma pedagogia rizomática, Educação e Realidade, Porto Alegre, v.27 n.2 p.169-178, jul./dez. 2002.

MARTINS, Maria do Carmo. Reflexos reformistas: o ensino das humanidades na ditadura militar brasileira e as formas duvidosas de esquecer, Educ. rev. Curitiba, n. 51, p. 37-50, jan./mar. 2014.

MEDEIROS NETA, Olívia M; NASCIMENTO, J.M; RODRIGUES, A. G. F. Uma escola para aprendizes artífices e o ensino profissional primário gratuito. Holos, Natal, Ano 28, Vol.2, p.96-104, 2012. Disponível em: <https://docs.google.com/viewerng/viewer?url=http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/viewFile/919/534>. Acesso em: 25 jun. 2020.

OLIVEIRA, Maria Auxiliadora Monteiro. Políticas públicas para o ensino profissional: o processo de desmantelamento dos CEFETs. Campinas: Papirus, 2003.

SOUZA, Francisco Chagas Silva; JÚNIOR, Jose Gerardo Basto da Costa; SOUZA, Francisca Leidiane de; LIMA, Ana Paula Marinho de. O Decreto Nº2.208/1997 e a Lei Nº 13.415/2017: uma reflexão para além das “coincidências”. Revista Multidisciplinar de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp – UERJ), v.8 – n.19 – Setembro-Dezembro de 2019. p.79-93.

WINCKLER, Carlos Roberto; SANTAGADA, Salvatore. A educação profissional técnica de nível médio no Brasil: transição para um novo modelo? Indic. Econ. FEE, Porto Alegre, v.39, n.3, p.97-110. 2012.

Downloads

Publicado

2020-10-19

Como Citar

SILVA, Francisco Vieira da; SILVA, Diego Rodrigues da; CORINGA, Ariel Quizi de Andrade. Reformas em contraste, formações em debate: um estudo das leis 5.692/71 e 13.415/17 e a proposição de um prisma rizomático na educação profissional. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 24, p. 391–414, 2020. DOI: 10.29148/labor.v1i24.60131. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/60131. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.