Entre protagonismo e individualismo

A noção de liberdade de escolha em uma Parceria Público-Privada de educação

Autores

  • Gustavo de Aguiar Campos Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Lueli Nogueira Duarte e Silva Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i25.62505

Palavras-chave:

Liberdade, Educação escolar básica, Meritocracia, Educação Profissional

Resumo

No contexto atual as Parcerias Público-Privadas (PPP) têm se expandido como modelo de gestão na educação básica brasileira, conformando um projeto específico de educação. Com a maior inserção destas PPP tem sido possível observar mudanças qualitativas no sentido da prática educacional, bem como nos conteúdos trabalhados com os estudantes. Buscando desvelar o sentido político assumido por essas instituições esse artigo tem como objetivo apreender as concepções de liberdade de escolha e escolha profissional presentes na apostila de uma dessas PPP – o Instituto de Co-responsabilidade pela Educação (ICE). A partir do materialismo histórico dialético, buscou-se analisar a apostila produzida pelo Instituto, que tem como foco a elaboração de um “Projeto de Vida” para os estudantes do ensino médio. Com tal análise, foi possível perceber que as noções de “liberdade de escolha” e “escolha profissional” sustentam a reprodução da ideologia dominante, sobretudo em relação ao individualismo burguês. Discute-se como o material traz uma concepção de liberdade calcada na meritocracia, ignorando as determinações sociais e históricas do processo de escolha, aproximando-se, assim, da não-liberdade. Por fim, discute-se como tal concepção contribui para uma formação para o trabalho alienado e não para uma formação integral dos estudantes.

Biografia do Autor

Gustavo de Aguiar Campos, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Psicologia nas modalidades bacharelado e licenciatura pela Universidade Federal de Goiás (2018). Atualmente é mestrando em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É membro do Grupo de Pesquisa Marxismo & Educação (GPM&E/UFRN), do GT de Políticas Sociais (GPM&E/UFRN), do Observatório da População Infanto-Juvenil em Contextos de Violência (OBIJUV/UFRN) e do Núcleo Socioeducativo (OBIJUV/UFRN). Têm interesse pelos temas: segurança pública, teoria marxista da dependência, criminologia crítica, psicologia da libertação, educação popular e diversidade sexual e de gênero.

Orcid: http://orcid.org/0000-0002-7378-9845

Lueli Nogueira Duarte e Silva, Universidade Federal de Goiás

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás (1987) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Goiás (2011). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Goiás. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Escola, Conhecimento e Processo Ensino Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: estado do conhecimento, psicologia e educação, teorias psicológicas e pedagógicas, produção do conhecimento e formação de professores. Atualmente está desenvolvendo estudos sobre as parcerias públicas privadas na educação.

Orcid: http://orcid.org/0000-0002-6256-2928

Referências

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 2003.
ARELARO, Lisete. R. G. Formulação e implementação das políticas públicas em educação e as parcerias público-privadas: impasse democrático ou mistificação política? Educ. Soc., Campinas, v. 28, n. 100, p. 899-919, 2007.
BONAL, Xavier.; VERGER, Antoni. Globalización, desarrollo y privatización de la educación: la emergencia de las alianzas público-privado y los nuevos retos para la investigación educativa. In: FERNANDES, Maria Dilnéia Espíndola.; GOUVEIA, Andréa. Barbosa. Relações Público e Privado na Educação: embates e desdobramentos para a democratização da educação. São Paulo: Xamã, 2013. p. 9-29
BOTTOMORE, Tom. Dicionários do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Zahar Editora, 2012.
FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e a crise do capitalismo real. São Paulo: Cortez, 1995.
INSTITUTO DE CO-RESPONSABILIDADE PELA EDUCAÇÃO. Atuação. s.d. Disponível em: <http://icebrasil.org.br/atuacao/>. Acesso em: 20 dez. 2020.
INSTITUTO DE CO-RESPONSABILIDADE PELA EDUCAÇÃO. Projeto de Vida. s.d. 226p.
LESSA, Sergio. Abaixo à família monogâmica!. São Paulo: Instituto Lukács, 2012.
LESSA, Sergio.; TONET, Ivo. Introdução à filosofia de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.
MANACORDA, Mario Alighiero. Marx e a pedagogia moderna. São Paulo: Cortez Editora, 1991.
MARX, Karl. Manuscritos econômicos-filosóficos. São Paulo: Boitempo, 1844/2004.
MARX, Karl. O Capital: Crítica da Economia Política. Livro I. São Paulo: Boitempo, 1867/2017.
MÉSZÁROS, I. A teoria da alienação em Marx. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1981.
NETTO, José Paulo. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.
NETTO, José Paulo. O que é marxismo. São Paulo: Editora Brasiliense, 2009.
NETTO, José Paulo; BRAZ, Marcelo. Economia política: uma introdução crítica. São Paulo: Cortez Editora, 2009.
OLIVEIRA, A. R. O problema da liberdade no pensamento de Karl Marx. Dissertação de Mestrado em Filosofia, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1996.
OLIVEIRA, A. R. O problema da liberdade no pensamento de Karl Marx. Perspectiva, v. 16, n. 29, p. 175-195, 1998.
PRADO, C. Liberdade e não-liberdade em O Capital de Karl Marx. Theoria - Rev. Eletrônica de Filosofia, v. 03, n. 07, p. 112-139, 2011
ROBERTSON, Susan; VERGER, Antoni. A origem das parcerias público-privada na governança global da educação. Educ. Soc., Campinas, v. 33, n. 121, 2012.
SOUZA, Jessé. A ralé brasileira: quem é e como vive. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

DE AGUIAR CAMPOS, Gustavo; SILVA, Lueli Nogueira Duarte e. Entre protagonismo e individualismo: A noção de liberdade de escolha em uma Parceria Público-Privada de educação. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 25, p. 200–219, 2021. DOI: 10.29148/labor.v1i25.62505. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/62505. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.