MEMÓRIAS NARRATIVAS DO PROJETO MULHERES DE FORTALEZA: IGUALDADE DE GÊNERO E INCLUSÃO SOCIAL

  • Júlio César Ferreira Lima

Resumo

No Brasil, a abordagem por gênero revela entraves para inclusão feminina. Mesmo sendo a participação feminina maior que a masculina na aquisição de educação formal, mulheres são discriminadas em relação à inserção no mercado de trabalho. O Projeto Mulheres de Fortaleza (PMF), desenvolvido desde 2007 com mulheres em situação de vulnerabilidade, visa o aumento no nível de escolaridade, diminuição da exclusão econômica e conscientização dos direitos de cidadão. O objetivo geral do trabalho foi compreender a percepção das participantes das duas primeiras turmas acerca do PMF. Em específico foi preciso identificar interpretações sobre inserção e participação nas atividades e detectar ações para melhor aplicabilidade. O trabalho se caracterizou como um estudo de caso exploratório com abordagem qualitativa, a partir da interpretação de depoimentos orais de 26 mulheres. Foi aplicado o método indutivo para se chegar a uma conclusão ampla sobre a eficácia do Projeto. Concluiu-se que entre os pontos positivos estavam discussões sobre cidadania para uma melhor consciência de direitos e deveres, e a aprovação das atividades. Contudo, os resultados também apontaram pontos críticos de melhoria, sugeridos com bastante propriedade pelas participantes.

Biografia do Autor

Júlio César Ferreira Lima
Mestre em Educação. Coordenador administrativo dos cursos da área de Turismo e Hospitalidade, coordenador do curso de inglês na modalidade a distância do e-Tec Sem Fronteiras e professor de inglês do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – Campus Fortaleza. 
Publicado
2017-03-16
Seção
Artigos