TRABALHO E EDUCAÇÃO NO CONTEXTO DA REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA: O CANTEIRO ESCOLA

Autores

  • Edson Caetano
  • Camila Emanuella Pereira Neves

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i9.6610

Resumo

Este artigo faz uma reflexão sobre o binômio trabalho e educação a partir da reestruturação produtiva e dos programas educacionais, através de pesquisa realizada em uma construtora situada na cidade de Cuiabá, em 2010. A reestruturação produtiva no setor se inicia em 1983, quando as construtoras foram compelidas a promover alterações na organização do processo de trabalho. É dentro deste cenário que se inserem tanto a terceirização como a alfabetização. Procuramos compreender as mudanças e as implicações nas condições de trabalho, na organização e no conteúdo do trabalho decorrentes da adoção da terceirização. Analisamos também os projetos de alfabetização mantidos nos canteiros de obras, confrontando a visão expressa pelo setor administrativo da construtora e aquela expressa pelos trabalhadores acerca do significado, da importância e do papel atribuídos à educação.

Biografia do Autor

Edson Caetano

Professor Adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT/Cuiabá). Doutor e Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Graduado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCCAMP).

Camila Emanuella Pereira Neves

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT); Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Downloads

Publicado

2017-03-16

Como Citar

CAETANO, Edson; NEVES, Camila Emanuella Pereira. TRABALHO E EDUCAÇÃO NO CONTEXTO DA REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA: O CANTEIRO ESCOLA. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 9, p. 19–34, 2017. DOI: 10.29148/labor.v1i9.6610. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/6610. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)