Desafios da docência para a permanência dos estudantes em tempos de pandemia

Autores

  • Iza Manuella Aires Cotrim-Guimarães Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG
  • Elisa Antônia Ribeiro Instituto Federal do Triângulo Mineiro - IFTM
  • Giuliana de Sá Ferreira Barros Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i26.72024

Palavras-chave:

Permanência estudantil. Evasão escolar. Pandemia.

Resumo

Este artigo apresenta uma reflexão sobre os desafios da docência para a permanência dos estudantes em tempos de pandemia, especialmente quanto à integração e engajamento dos discentes na teia social e acadêmica da instituição de ensino. Esses elementos de integração têm sido apontados como de suma importância para a permanência dos estudantes, pois fortalecem seu vínculo com a comunidade escolar e sua identidade com o curso. Entretanto, em tempos de pandemia e ensino remoto mediado por tecnologias digitais, perguntamos: como esse novo cenário de ensino remoto tem desafiado a relação e a integração entre estudantes e docentes? Para responder a essa questão, a metodologia desenvolvida consistiu na identificação e análise de estudos sobre a docência em tempos de pandemia, disponíveis na base de dados do Google Acadêmico®. Os artigos analisados apresentam diferentes enfoques, relacionados, principalmente, às condições de trabalho docente, utilização de tecnologias digitais, saúde mental e emocional dos professores, relação professor-aluno e acirramento das desigualdades sociais no contexto do ensino remoto. Ainda que os artigos não relacionem de forma direta aspectos sobre docência, relação professor-aluno, evasão e permanência estudantil, verificou-se que elementos de integração entre estudantes, professores e instituição de ensino, ainda que sejam um desafio para a docência nesse contexto de ensino remoto, consistem num fator fundamental para que estudantes estejam motivados a persistir em seus estudos.

Biografia do Autor

Iza Manuella Aires Cotrim-Guimarães, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG

Graduada em Pedagogia pela Unimontes. Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Educação, da UFMG. É especialista em Docência para a Educação Profissional e Mestre em Saúde Pública com ênfase na Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública/Fiocruz. Tem formação pedagógica pelas Universidades de ciências aplicadas de Tampere e de Häme, ambas na Finlândia. Atualmente é professora nos cursos de Licenciatura do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, campus Januária, onde já atuou como Coordenadora Institucional e Coordenadora de Gestão de Processos Educacionais no Programa Institucional de Bolsa Iniciação à Docência - Pibid.

Elisa Antônia Ribeiro, Instituto Federal do Triângulo Mineiro - IFTM

Doutora em Educação (2010), pelo Programa de Doutorado em Educação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e Pós-doutorado pela (UFU). Professora e Pesquisadora em regime de dedicação efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM). Atua como docente permanente no Curso de Licenciatura em Computação e nos cursos de pós-graduação lato sensu. Professora nos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu, Mestrado Profissional em Educação Tecnológica e Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica da Rede Federal (ProfEPT). Possui experiência no magistério do nível fundamental e educação superior, em direção geral de instituição, gestão acadêmica e pedagógica de cursos de graduação, em coordenação de avaliação institucional e assessoria educacionais com ênfase em avaliação das aprendizagens, de instituições, programas educacionais e gestão educacional. Participa como membro do banco de avaliadores da Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos (INEP).

Giuliana de Sá Ferreira Barros, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes (2000). É doutora em educação pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG (2020). Tem mestrado em Educação pela Universidade de Brasília (2013). Atualmente é professora efetiva no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais.

Referências

AMARAL, Larissa Maria do; CESTARI, Isabel Cristina Rodrigues. Estresse no trabalho: reflexões sobre a docência durante a pandemia do novo coronavírus. In: SIMPÓSIO DE TECNOLOGIA AMBIENTAL, BIOCOMBUSTÍVEIS E MARKETING, 2020, Jaboticabal (SP). Ciência & Tecnologia: Fatec-JB, Jaboticabal-SP, v. 12, n. 1, 2020. Suplemento Anais.
ARISTIMUÑO, Adriana. El abandono escolar, avances sobre sus características y políticas para superarlo. In: DORE, Rosemary; SALES, Paula Elizabeth Nogueira; SILVA, Carlos Eduardo Guerra (Orgs.). Educação Profissional e evasão escolar: contextos e perspectivas. Belo Horizonte: RIMEPES, 2017, p. 135-162.
BERNARD, Pierre Yves. Les inégalités sociales de décrochage scolaire. Paris: Cnesco, 2016.
CHARCZUK, Simone Bicca Sustentar a Transferência no Ensino Remoto: docência em tempos de pandemia. Educ. Real. 45 (4), 2020.
DORE, Rosemary; LÜSCHER, Ana Zuleima. Permanência e Evasão na Educação Técnica de Nível Médio em Minas Gerais. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v.41, n.144, p. 772 – 789, set/dez 2011.
DORE, Rosemary; SALES, Paula Elizabeth Nogueira. Origem social dos estudantes como contraponto à evasão e à permanência escolar nos cursos técnicos da Rede Federal de Educação Profissional. In: DORE, Rosemary; SALES, Paula Elizabeth Nogueira; SILVA, Carlos Eduardo Guerra (Orgs.). Educação Profissional e evasão escolar: contextos e perspectivas. Belo Horizonte: RIMEPES, 2017, p. 113- 134.
DUARTE, Alexandre William Barbosa; HYOLITO, Álvaro Moreira Hypolito. Docência em tempos de Covid-19: uma análise das condições de trabalho em meio à pandemia. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 14, n. 30, p. 736-753, set./dez. 2020. Disponível em: http://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde
FABRIS, Elí Terezinha Henn; POZZOBON, Maria Cristina Cezar. Os desafios da docência em tempos de pandemia de covid-19: um “soco” na formação de professores. Revista Educar Mais, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 233-236, 2020. DOI: 10.15536/reducarmais.4.2020.233-236.1803.
FERNANDES, Sandra Faria. A docência e o currículo em tempos de pandemia. In: ABRAMOWICZ, Mere. et al. (Orgs.). Janelas para o mundo: olhares sobre o currículo em tempos de pandemia. São Paulo : Papo Educador, 2020, p. 11-17
FILHO SANTANA, Manoel Martins .Educação geográfica, docência e o contexto da pandemia COVID-19. Rev. Tamoios, São Gonçalo (RJ), ano 16, n. 1, Especial COVID-19. pág. 3-15, maio 2020.
FIOR, Camila Alves; MARTINS, Maria José. A docência universitária no contexto de pandemia e o ingresso no ensino superior. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 10, p. 1–20, 2020.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra. 1996.
FRIGOTTO, Gaudêncio. O enfoque da dialética materialista histórica na pesquisa educacional. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Metodologia da pesquisa educacional. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2010. p. 69-90.
GATTI, Bernadete A.; BARRETTO, Elba Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.
GENTILE, Maurizio; TACCONI, Giuseppe. Early School Leaving: in search of measurements and educational policies. In: DORE, Rosemary; SALES, Paula Elizabeth Nogueira; SILVA, Carlos Eduardo Guerra (Orgs.). Educação Profissional e evasão escolar: contextos e perspectivas. Belo Horizonte: RIMEPES, 2017, p. 257-294.
IMBERNON, Francisco. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2008.
KONRATH, Raquel Dilly. Novas competências necessárias para o exercício da docência: O que muda no ensino e aprendizagem com a pandemia? Muda? Revista Acadêmica Licencia&acturas, v. 8, n. 2, 2020
LIMA, Hommel Almeida de Barros; MOTA NETO, Ivaldo Barbosa de. Desafios encontrados pela docência no ensino remoto diante da pandemia: uma revisão bibliográfica. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, [S. l.], v. 7, n. 4, p. 15–28, 2021.
OLIVEIRA, Michelly Queiroga de. "Docência na Educação Básica em tempos de pandemia: ações, estratégias eedagógicas e desafios enfrentados no ano letivo de 2020 da Escola Integral Professora Ana Cristina Rolim Machado." Research, Society and Development 9, no. 12 (2020).
PALUDO, Elias Festa. Os desafios da docência em tempos de pandemia. Em Tese, Florianópolis, v. 17, n. 2, p. 44-53, jul/dez., 2020. Universidade Federal de Santa Catarina.
RUMBERGER, Russell W.; THOMAS, Scott L. The distribution of dropout and turnover rates among urban and suburban high schools. Sociology of Education, v.73, p. 39-67, Jan. 2000.
SANTANA, Wilder Kleber Fernandes, et al. Distanciamento social e a docência universitária em meio à pandemia de Covid-19: implicações e benefícios. International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS), v. 8, n. 4; Abr, 2021
SILVA, Juarez Ramos da. A docência em tempos de pandemia. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar, v. 2, n. 3, p. 296–301, 2021.
SILVA, Silvânia Lúcia De Araújo. Educação emocional para a docência: uma discussão necessária em tempos de pandemia. E-book: Educação como (re)Existência: mudanças, conscientização e conhecimentos - Volume 03... Campina Grande: Realize Editora, 2021. p. 860-875. Disponível em: <http://www.editorarealize.com.br/artigo/visualizar/74347>. Acesso em: 22/07/2021
SILVEIRA, Isabel Orestes; DAVINO, Gláucia; OLIVEIRA, Pelópidas Cypriano de. Ensino, flexibilização e resiliência: reflexões sobre docência em tempos de pandemia. Rebento, São Paulo, n. 13, p. 164-192, jul/dez 2020.
TINTO, Vincent. Definir la Deserción: Una Cuestión de Perspectiva. Revista de La Educacion Superior. México, D.F. v. 18, n. 71, jul./set. 1989. Disponível em < http://publicaciones.anuies.mx/revista/71/1/3/es/definir-la-desercion-una-cuestion-de-perspectiva> Acesso em 10 out. 2019.
__________. Leaving College: rethinking the causes and cures of student attrition. 2 ed. Chicago, USA: The University of Chicago Press, 1993.
_________. Reflections on Student Persistence. Student Success, v.01, n. 02, p. 01-08, jul. 2017.
TIPPELT, Rudolf. Vocational Training and Drop out: reasons and prevention in dual systems. In: DORE, Rosemary; SALES, Paula Elizabeth Nogueira; SILVA, Carlos Eduardo Guerra (Orgs.). Educação Profissional e evasão escolar: contextos e perspectivas. Belo Horizonte: RIMEPES, 2017, p. 295-320.
VIEIRA, Jorge de Oliveira. Resiliência e docência: aspectos frente ao contexto de pandemia. Revista UniPaulistana - Contribuição para a disseminação do Conhecimento, v. 1 n. 1, 2020, p.01-11

Downloads

Publicado

2021-11-05

Como Citar

COTRIM-GUIMARÃES, Iza Manuella Aires; RIBEIRO, Elisa Antônia; BARROS, Giuliana de Sá Ferreira. Desafios da docência para a permanência dos estudantes em tempos de pandemia . Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 26, p. 303–327, 2021. DOI: 10.29148/labor.v1i26.72024. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/72024. Acesso em: 17 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.