Evasão versus expulsão escolar no Brasil:

ensaio por outras bricolagens, conexões e perspectivas

Autores

Palavras-chave:

Evasão escolar. Expulsão escolar. Produção de conhecimento. Ensaio teórico.

Resumo

O presente texto é fruto de uma pesquisa sobre evasão escolar, cujo propósito consiste em revisitar e problematizar a produção acadêmica, com base na seguinte pergunta: estaríamos nós seguindo e reproduzindo um conhecimento que leva a trilhar sempre os mesmos caminhos, os quais não nos conduzem a novas paisagens e horizontes? Além disso, objetivamos produzir um ensaio teórico-metodológico para contribuir na compreensão da evasão escolar como fenômeno complexo e sistêmico. Assim, esperamos colaborar para uma sistematização crítica da produção de conhecimento existente sobre a temática, a partir do desvelamento de encruzilhadas, premissas, questões e desafios que circundam tal fenômeno. Como resultado mais significativo, engendramos uma bricolagem teórico-metodológica que corrobora para o avanço das pesquisas e alçamos algumas apostas para a construção de utopias e inéditos viáveis.

Biografia do Autor

Rosangela Fritsch, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

Graduação (1982) e Mestrado em Serviço Social (1995 ) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Doutorado em Educação (2006) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e Pós-doutorado na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação pela Universidade do Porto. Atualmente é professora titular no Programa de Pós-Graduação em Educação, na Graduação e Especializações da Unisinos. Pesquisadora e coordenadora do Grupo de Pesquisa Políticas Educacionais e Gestão Educacional e Escolar (PPGEe). Tem experiência em Gestão Universitária com atuação na coordenação de cursos de Graduação e Pós-graduação Lato Senso e áreas administrativas (Coordenadora do Setor Serviços Sociais e Benefícios e Gerencia de Atenção ao Aluno). Tem experiência acadêmica e produção nas áreas de Educação, Administração e Serviço Social, atuando principalmente nos seguintes temas: Trabalho, Formação Profissional, Gestão de Pessoas, Trajetórias Profissionais, Políticas Públicas, Políticas Educacionais, Políticas de Currículo, Gestão Educacional e Escolar, Avaliação Educacional, Evasão Escolar e Indicadores de Qualidade. Participa como pesquisadora dos Grupos de Pesquisa: Currículo, Avaliação, Formação e Tecnologias educativas (CAFTe) da Universidade do Porto, Portugal, Rede Ibero-Americana de Estudos sobre Educação Profissional e Evasão Escolar (RIMEPES) - UFMG e História, Política e Gestão da Escola Básica - UNISINOS, Grupo de Estudos e Pesquisas em Currículo, Ensino Médio e Juventudes Contemporâneas (GEPCEM/Unisinos), Trabalho Educação e Conhecimento - UFRGS. Atualmente é Diretora Acadêmica da Associação Brasileira de Prevenção da Evasão Escolar na Educação Básica, Profissional e Superior (ABAPEVE), integra o Observatório do Ensino Médio do Rio Grande do Sul, membro do Comitê Científico da Casa Leiria e da Revista Angolana de Ciências. Orcid https://orcid.org/0000-0002-0630-3649

Darciel Pasinato, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

Pós-doutorado em Educação (2019) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Doutorado em Educação (2018) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), Mestrado em Educação (2013), Especialização em Supervisão Educacional (2013), Especialização em Orientação Educacional (2011), Graduação em História (2008) pela Universidade de Passo Fundo (UPF) e Graduação em Pedagogia (2022) pelo Centro Universitário Internacional (UNINTER). Tem experiência na área de História e Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Educação, Políticas Educacionais, Gestão Educacional e Escolar, Educação do Campo, Memória, História Oral e Ensino de História. Membro da Rede Temática Internacional de Investigação de Educação Rural (RIER). Membro do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos sobre Memória e Educação (POVO DE CLIO/UFSM). Membro do Grupo de Pesquisa Políticas Educacionais e Gestão Educacional/Escolar (PPGEe/UNISINOS). Membro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED). Membro da Associação Nacional de História (ANPUH). Membro da Associação Brasileira de História Oral (ABHO). Membro da Associação Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica (BIOGRAPH). Atualmente faz Pós-doutorado em Educação e é professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). E-mail: darcielpasinato1986@gmail.com. ORCID https://orcid.org/0000-0003-4167-2025.

Referências

APPLE, M. W. Para além da lógica do mercado: compreendendo e opondo-se ao neoliberalismo. DP&A: Rio de Janeiro, 2005.
ARENDT, H. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 2016.
BACHELARD, G. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.
BRASIL. Constituição (1988). Texto consolidado até a Emenda Constitucional nº 58 de 23 de setembro de 2009. Disponível em: <http://www.senado.gov.br/sf/senado/seep/asp/apresentacao.asp>. Acesso em: 15 out. 2015.
BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Relatório do 4º ciclo de monitoramento das metas do Plano Nacional de Educação: 2022. Brasília, DF: INEP, 2022.
CASTEL, R. As metamorfoses da questão social: uma crônica do salário. Tradução de Iraci D. Poleti. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.
CHARLOT, B. Educação ou barbárie? Uma escolha para a sociedade contemporânea. São Paulo: Cortez, 2020.
CONNELL, R. Estabelecendo a diferença: escolas, famílias, e divisão social. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.
CONNELL, R. Escuelas y justicia social. Madrid: Ediciones Morata, 1999.
CONNELL, R. Just education. Journal of Education Policy, v. 27, n. 5, p. 681-683, Sept. 2012.
CORTESÃO, L. Teachers and ‘resting routines’: Reflections on cognitive justice, inclusion and the pedagogy of poverty. Improving Schools, v. 14, n. 3, p. 258-267, Nov. 2011.
DARDOT, P.; LAVAL, C. Comum: ensaio sobre a revolução no século XXI. São Paulo: Boitempo, 2017.
DUBET, F. O que é uma escola justa? A escola de oportunidades. São Paulo: Cortez, 2008.
DUBET, F. Mutações cruzadas: a cidadania e a cidadania. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, v. 16, n. 47, p. 289-305, 2011.
DUBET, F. Desigualdades educacionais: estrutura, processos e modelos de justiça. O debate ao longo dos últimos cinquenta anos na França. Jornal de Políticas Educacionais, Curitiba, v. 13, n. 46, p. 1-28, 2019.
DUBET, F. O tempo das paixões tristes. São Paulo: Vestígio, 2020.
FREIRE, P. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991.
FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.
FREIRE, P. Última entrevista a Paulo Freire 1° parte. [S. l.: s. n.], 25 abr. 2007. 1 vídeo (6 min 59 s). Publicado pelo canal Cbuson. Disponível em: <https://youtu.be/Ul90heSRYfE>. Acesso em: 14 jan. 2023.
GONZAGUINHA. Vamos à luta. In: LETRAS. Belo Horizonte, 2023. Disponível em: <https://www.letras.mus.br/gonzaguinha/1134707/>. Acesso em: 14 jan. 2023.
HAN, B.-C. Sociedade do cansaço. Rio de Janeiro: Vozes, 2015.
LAVAL, C. A escola não é uma empresa: o neoliberalismo em ataque ao ensino público. São Paulo: Boitempo, 2019.
MAINARDES, J. A pesquisa no campo da política educacional: perspectivas teórico-epistemológicas e o lugar do pluralismo. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, v. 23, p. 1-20, 2018.
MORIN, E. O método III: o conhecimento do conhecimento. Porto Alegre: Sulina, 1999.
MORIN, E. O método II: a vida da vida. Porto Alegre: Sulina, 2001.
MORIN, E. O método I: natureza da natureza. Porto Alegre: Sulina, 2002a.
MORIN, E. O método IV: as ideias. Porto Alegre: Sulina, 2002b.
MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. 4. ed. Lisboa: Instituto Piaget, 2003.
NÓVOA, António. Escolas e Professores: proteger, transformar, valorizar. Colaboração Iara Alvim. Salvador: SEC/IAT, 2022, 116p.
SANTOMÉ, J. T. Currículo escolar e justiça social: o cavalo de Troia da educação. Porto Alegre: Penso, 2013.
SOUZA, J. Como o racismo criou o Brasil? Rio de Janeiro: Estação Brasil, 2021.
TEIXEIRA, A. Educação não é privilégio. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 26, n. 63, p. 3-31, 1956.

Downloads

Publicado

2024-05-12

Como Citar

FRITSCH, Rosangela; PASINATO, Darciel. Evasão versus expulsão escolar no Brasil: : ensaio por outras bricolagens, conexões e perspectivas. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 29, p. 07–28, 2024. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/83277. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.