RECEPCIÓN JURÍDICA NOVOHISPANA:

LA CONCIENCIA DEL JUEZ EN LA OBRA DE JERÓNIMO MORENO (SIGLO XVII)

  • Oscar Santiago Hernández

Resumo

Resumen. Este artículo examina o problema da consciência do juiz através do manual de confessores, escrito pelo religioso dominicano Jerónimo Moreno. Pretende-se mostrar a circulação de uma literatura religiosa específica na Nova Espanha que, paralelamente às obras jurídicas, normava a conduta dos súbditos na Monarquia Católica.

Palabras-chave: consciência, Jerónimo Moreno, Nova Espanha

Publicado
2019-12-31
Seção
"Normatividades ultramarinas: os jesuítas e o Direito nos Impérios ibéricos"