Tecendo a rede: a construção do caso clínico no atendimento institucional de jovens

  • Alice Oliveira Rezende Universidade Federal de Minas Gerais
  • Angela Maria Rezende Vorcaro Universidade Federal de Minas Gerais
  • Aline Aguiar Mendes Vilela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Resumo

Partimos da noção freudiana (1937/1975) de “construção do caso clínico” e do que Lacan formulou acerca das “apresentações de pacientes” para propormos uma metodologia de pesquisa-intervenção com equipes de saúde mental juvenil pautada pela singularidade do caso em detrimento de práticas universalizantes. Introduzimos a presença de um aluno aprendiz junto à equipe dos serviços durante o período de construção do caso. Demonstraremos os efeitos da presença deste agente no caso de um jovem intitulado – “Sobre o truco! O valor de uma aposta”. As reuniões com as equipes para a construção do caso são constituídas em três tempos: “tempo de ver”, “tempo de escutar-se” e “do que resta a construir”. Buscamos ao longo deste percurso de trabalho cernir algo do impossível na construção do caso, como Freud (1939/2014) demonstrou em “Moisés e o monoteísmo” ao dissertar sobre uma obscura marca que se repete transgeracionalmente, decantando-se como um “fragmento de verdade histórica”. Assim, ao termos em conta o real no seio da estrutura na qual o sujeito se engendra, procuramos iluminar o modo como as equipes concebem aquilo que se repete no caso visando a promoção de um saber concernido, o que denominamos efeito-equipe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Oliveira Rezende, Universidade Federal de Minas Gerais
Alice Oliveira Rezende é Mestre pelo Programa de Pós Graduação em Psicologia (PPGP) na área de concentração "Estudos Psicanalíticos"/FAFICH da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Graduada em Psicologia (UFMG). Atua como pesquisadora, psicóloga e psicanalista no Centro de Atendimento e Inclusão Social (CAIS) em Contagem (MG), no Espaço de Atenção Psicossocial Freud Cidadão (Belo Horizonte - MG), em consultório particular. Tem experiência na clínica psicanalítica da neurose, da psicose e do autismo, com crianças, adolescentes e adultos. Principais campos de interesse: psicopatologias graves da infância, constituição subjetiva, intervenção a tempo, clínica psicanalítica e psicanálise nas instituições.
Publicado
2018-01-01
Como Citar
Rezende, A. O., Rezende Vorcaro, A. M., & Mendes Vilela, A. A. (2018). Tecendo a rede: a construção do caso clínico no atendimento institucional de jovens. Revista De Psicologia, 9(1), 64-69. Recuperado de http://www.periodicos.ufc.br/psicologiaufc/article/view/20637