Notas sobre o conceito de repetição na psicanálise / Notes on the concept of repetition in psychoanalysis

Resumo

O trabalho tem como objetivo expor as vicissitudes do conceito de repetição na obra de Freud e no ensino de Lacan, considerando sua relação fundamental com a pulsão. Para tanto, abordamos a repetição em dois tempos: o primeiro, no qual ela se apresenta como atuação (acting out) e articulada à pulsão sexual, à transferência e à resistência. No segundo momento, discorremos sobre a repetição em sua relação com a pulsão de morte o que revela sua condição de estar para além da transferência e aponta para um encontro tíquico com o real. Enfatizou-se a radicalidade e originalidade de Lacan em seu retorno a Freud ao outorgar à repetição o estatuto de um conceito fundamental, o que havia sido desconsiderado entre os pós freudianos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Assoun, P-l (2009). Dictionnaire des oeuvres psychanalytiques. Paris: PUF.

Freud, S. (1996). Psicanálise Silvestre. In: Edição Standard Brasileira das Obras

Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. XI. Rio de Janeiro: Imago, pp.

-242 (original publicado em 1910).

Freud, S. (1996). A Dinâmica da transferência. In: Edição Standard Brasileira das

Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. XII. Rio de Janeiro:

Imago, pp. 111-119 (original publicado em 1912).

Freud, S. (1996). Recordar, repetir e elaborar. In: Edição Standard Brasileira das Obras

Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. XII. Rio de Janeiro: Imago, pp.

-172 (original publicado em 1914).

Freud, S. (1996). Introdução à Psicanálise e as neuroses de Guerra. Apêndice:

Memorandum sobre o tratamento Elétrico dos neuróticos de Guerra

(1955[1920]). In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas

Completas de Sigmund Freud, vol. XVII. Rio de Janeiro: Imago, pp. 219-232

(original publicado em 1919).

Freud, S. (2010). Sobre los recuerdos encubridores. In: Obras Completas, vol. 3.

Buenos Aires: Amorrortu, pp.291-316. (original publicado em 1899).

Freud, S. (2010). Tres ensayos de teoría sexual. In: Obras Completas, vol. 7. Buenos

Aires: Amorrortu, pp.109-224. (original publicado em 1905).

Freud, S. (2010). Lo ominoso. In: Obras Completas, vol. 17. Buenos Aires: Amorrortu,

pp.215-252. (original publicado em 1919).

Freud, S. (2010). Más allá del principio de placer. In: Obras Completas, vol. 18. Buenos

Aires: Amorrortu, pp.01-62. (original publicado em 1920).

Freud, S. (2010). Dos artículos de enciclopedia: “Psicoanálisis” y “Teoría de la libido”.

In: Obras Completas, vol. 18. Buenos Aires: Amorrortu, pp.227-254. (original

publicado em 1923[1922]).

Jorge, M. A. C. (2010). Fundamentos da psicanálise de Freud a Lacan – vol.2: a clínica

da fantasia. Rio de Janeiro: Zahar.

Jorge, M. A. C. (2017a, junho). Freud com Lacan: a psicanálise hoje. Reverso, vol.39,

no.73, Belo Horizonte. Acesso em 03 de maio de 2019, de

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-

Jorge, M. A. C. (2017b). Da psicanálise de Freud a Lacan – vol.3: a prática analítica.

Rio de Janeiro: Zahar.

Lacan, J. (1996). O Seminário, livro 1: Os escritos técnicos de Freud. Rio de Janeiro:

Zahar. (original publicado em 1953-54).

Lacan, J. (1998). A direção do tratamento e os princípios de seu poder. In: Escritos. Rio

de Janeiro: Zahar, pp. 692-703. (original publicado em 1958).

Lacan, J. (2005). O Seminário, livro 10: A angústia. Rio de Janeiro: Zahar. (original

publicado em 1962-63).

Lacan, J. (1998). O Seminário, livro 11: Os quatro conceitos fundamentais da

psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar. (original publicado em 1964).

Lacan, J. (2002). A terceira. In: Cadernos Lacan, publicação não-comercial Circulação

interna da Associação psicanalítica de Porto Alegre, Vol 2. (original publicado

em 1974).

Laplanche, J.; Pontalis, J. (1988). Vocabulário de psicanálise. São Paulo: Martins

Fontes.

Lindenmeyer, C. (2017). Comunicação oral: Seminários de pesquisa realizados na

Université Paris 7 Diderot: Mémoire Master 2, recherche et doctorat.

Maurano, D. (2006). A transferência. Rio de Janeiro: Zahar. (Passo-a-passo; 72)

Ricci, G. (2005). As cidades de Freud. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.

Roudinesco, E. & Plon, M. (1998). Dicionário de psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar.

Sandler, J.; Dare, C.; Holder, A. (1976). O paciente e o analista: fundamentos do

processo psicanalítico. Rio de Janeiro: Imago. (original publicado em 1973).

Publicado
2020-12-31
Como Citar
Maribondo de Oliveira, P., & Martins Ligeiro, V. (2020). Notas sobre o conceito de repetição na psicanálise / Notes on the concept of repetition in psychoanalysis. Revista De Psicologia, 12(1), 37 - 47. https://doi.org/10.36517/revpsiufc.12.1.2021.3