Grupo terapêutico on-line: dispositivo de cuidado para saúde mental de universitários em tempos de pandemia // On-line therapeutic group: care device for the mental health of college students in pandemic times

Palavras-chave: Transdisciplinaridade, Estudantes Universitários, Pandemia, Saúde Mental, Grupos Terapêuticos on-line

Resumo

A pandemia da COVID-19 provocou alterações nos pilares geopolíticos e culturais da sociedade, podendo resultar em impactos psicológicos negativos frente às incertezas do cenário. Os jovens universitários, frequentemente identificados como uma população vulnerável ao desenvolvimento de ansiedade, depressão e estresse, demandam cuidados qualificados oriundos de dispositivos da saúde mental, a fim de acolher o sofrimento e elaborar estratégias de enfrentamento diante de emergências sanitárias. Diante disso, objetivou-se relatar a experiência acerca de uma intervenção grupal breve, com a finalidade de refletir sobre a importância de grupos terapêuticos online estruturados de forma transdisciplinar. Considera-se que estes se apresentam como potentes ferramentas de atenção psicossocial e podem ser incluídos em programas de prevenção e remediação dos danos causados pela pandemia da COVID-19. O grupo terapêutico se mostrou como potencial ferramenta para o enfrentamento dos impactos causados pelo cenário de emergência sanitária e acolhimento das demandas emocionais da comunidade acadêmica, corroborando para uma maior qualidade de vida dos universitários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaella Andrade Vivenzio, Universidade Federal de Uberlândia - UFU

Psicóloga formada pelo Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia.

Ana Elisa Reis Amorim, Centro de Estudos, Avaliação e Pesquisa de Goiás – CEAPG

Musicoterapeuta, formada pela Universidade Federal de Goiás

Johnatan Martins Sousa, Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás (GO)

Enfermeiro, Mestre em Enfermagem, especialista em saúde mental e enfermagem psiquiátrica, dinâmica de grupo e gestão de equipes e práticas pedagógicas.

Marciana Gonçalves Farinha, Universidade Federal de Uberlândia

Psicóloga, com Mestrado em Psicologia pela Faculdade de Psicologia, Ciências e Letras de Ribeirão Preeto da  Universidade de São Paulo e Doutorado em Enfermagem Psiquiátrica pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Referências

American Psychiatric Association. (2014). Manual diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais - DSM-5. Porto Alegre: Artmed Editora.
Aquino, E. M., Silveira, I. H., Pescarini, J. M., Aquino, R., Souza-Filho, J. A. D., Rocha, A. D. S., ... & Lima, R. T. D. R. S. (2020). Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 2423-2446. Doi: 10.1590/1413-81232020256.1.10502020
Benezon, R. (1998). La nueva musicoterapia. Buenos Aires: Ed. Lumen.
Brooks, S. K., Webster, R. K., Smith, L. E., Woodland, L., Wessely, S., Greenberg, N., & Rubin, G. J. (2020). The psychological impact of quarantine and how to reduce it: rapid review of the evidence. The Lancet, 395. Doi: 10.1016/ S0140-6736(20)30460-8
Bruscia, K., E. (2016). Definindo musicoterapia. Barcelona Publishers, Dallas.
Castioni, R., Melo, A. A. S. D., Nascimento, P. M., & Ramos, D. L. (2021). Universidades federais na pandemia da COVID-19: acesso discente à internet e ensino remoto emergencial. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, 29(111), 399-419. Doi: 10.1590/S0104-40362021002903108
Coelho, A. L., Morais, I. A., & Rosa, W. V. S. (2020). A utilização de tecnologias da informação em saúde para o enfrentamento da pandemia do COVID-19 no Brasil. Cadernos Ibero-Americanos de Direito Sanitário, 9(3), 183–199. Doi:
10.17566/ciads.v9i3.709
Diniz, N. F. P. D. S., & Aires, S. (2018). Grupo de escuta e reflexão com estudantes universitários. Vínculo, 15(1), 61-75. Recuperado em 18 de janeiro de 2022, de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-24902018000100007&lng=pt&tlng=pt
Farinha, M. G., Centurion, N. B., Braga, T. B. M., & Stefanini, J. R. (2019). Rodas de conversa com universitários: prevenção e promoção de saúde. Revista do NUFEN, 11(2), 19-38. Recuperado em: 18 jan. 2022. de: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-25912019000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt
Fonseca, J. (2000). Psicoterapia da relação: elementos de psicodrama contemporâneo. São Paulo: Ágora.
Fragelli, T. B. O., & Fragelli, R. R. (2021). Por que estudantes universitários apresentam estresse, ansiedade e depressão? Uma rapid review de estudos longitudinais. Revista Docência do Ensino Superior, 11, 1-21. 10.35699/2237-5864.2021.29593
Karino, C. A., & Laros, J. A. (2014). Ansiedade em situações de prova: evidências de validade de duas escalas. Psico-USF, 19(1), 23-36. Doi: 10.1590/S1413-82712014000100004
Lelis, K. D. C. G., Brito, R. V. N. E., Pinho, S. D., & Pinho, L. D. (2020). Sintomas de depressão, ansiedade e uso de medicamentos em universitários. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, (23), 9-14. Doi: 10.19131/rpesm.0267
Li, W., Yang, Y., Liu, Zi., Zhao, Y., Zhang, Q., Zhang, L., ...Xiang, Y. (2020). Progression of Mental Health Services during the Covid-19 Outbreak in China. International Journal Biological Sciences, 16(10), 1732-1738. Doi: 10.7150/ijbs.45120
Lima, R. C. (2020). Distanciamento e isolamento sociais pela COVID-19 no Brasil: impactos na saúde mental. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 30, e300214. 10.1590/S0103-73312020300214
Macedo, M. J. D. A., Costa, B. L., Fernandes, M. J. B., & Freitas, L. H. M. (2021). Reflexos da (in) capacidade de estar só em tempos de isolamento social na pandemia COVID-19. Revista Brasileira de Psicoterapia. Porto Alegre. 23(1), 249-258. Recuperado em: 18 jan 2022, de: http://hdl.handle.net/10183/231319
Moretti, S. A., Guedes-Neta, M. L., Batista, E. C. (2020). Nossas Vidas em meio à Pandemia da COVID-19: Incertezas e Medos Sociais. Revista Enfermagem e Saúde Coletiva - REVESC, 5(1), 32-41. Recuperado em: 18 jan 2022, de: https://www.researchgate.net/publication/342898913_Nossas_Vidas_em_Meio_a_Pandemia_da_COVID_-19_Incertezas_e_Medos_Sociais_Our_Lives_in_The_Midst_of_The_COVID_Pandemic_-19_Social_Uncertainties_and_Fear/citation/download
Moscovici, F. (2008). Desenvolvimento interpessoal: treinamento em grupo (24a. ed.). Rio de Janeiro: Editora José Olympio.
Ortelan, N., Ferreira, A. J. F., Leite, L., Pescarini, J. M., Souto, A. C., Barreto, M. L., & Aquino, E. M. (2021). Máscaras de tecido em locais públicos: intervenção essencial na prevenção da COVID-19 no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 26, 669-692. Doi:10.1590/1413-81232021262.36702020
Roquete, F. F., Amorim, M. M. A., Barbosa, S., Souza, D. C. M., & Carvalho, D. V. (2012). Multidisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade: em busca de diálogo entre saberes no campo da saúde pública. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mieiro. Recuperado em: 18 jan 2022, de: http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/245
Rosseto, R. (2012). Jogos e improvisação teatral. Guarapuava: Unicentro. Recuperado em: 18 jan 2022, de: http://repositorio.unicentro.br:8080/jspui/bitstream/123456789/857/5/Jogos%20e%20improvisa%C3%A7%C3%A3o%20teatral%20perspectivas%20metodol%C3%B3gicas.pdf
Sousa, J. M., Farinha, M. G., Silva, N. D. S., Caixeta, C. C., Lucchese, R., & Esperidião, E. (2022). Potencialidades das intervenções grupais em Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas. Revista Escola Anna Nery, 26. Doi: 10.1590/2177-9465-EAN-2021-0294.
Pieruccini, Â. (2005). Dinâmica de grupos aplicadas em grupos virtuais: possibilidade ou ficção. Revista SBDG, 2, 42-9.
Vasconcelos, E. M., & Weck, M. (2020). Desafios e recomendações para a realização de atividades de ajuda mútua on-line no campo da Saúde Mental. In: Vasconcelos, E. M. Novos Horizontes em Saúde Mental: análise de conjuntura, direitos humanos e protagonismo de usuários(as) e familiares. (p. 292-311). São Paulo: Hucitec.
Yalom, I. D., & Leszcz, M. (2006). Psicoterapia de grupo: teoria e prática. Porto Alegre: Artmed Editora.
Yozo, R. Y. K. (1996). 100 jogos para grupos: uma abordagem psicodramática para empresas, escolas e clínicas. São Paulo: Editora Agora.
Publicado
2022-06-30
Como Citar
Vivenzio, R. A., Amorim, A. E. R., Sousa, J. M., & Farinha, M. G. (2022). Grupo terapêutico on-line: dispositivo de cuidado para saúde mental de universitários em tempos de pandemia // On-line therapeutic group: care device for the mental health of college students in pandemic times. Revista De Psicologia, 13(2), 71 - 79. https://doi.org/10.36517/10.36517/revpsiufc.13.2.2022.5
Seção
Relatos de Experiência