Linfedema em mulheres submetidas à cirurgia por câncer de mama

  • Priscila Lara Vieira Bonisson
  • Mei Rosemary Fu Universidade de Nova Yorque
  • Selme Silqueira Matos Universidade Federal de Minas Gerais
  • Giovana Paula Rezende Simino Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais
  • Elenice Ribeiro de Paula Lima Univerisdade Federal de Minas Gerais
  • Flávia Falci Ercole Universidade Federal de Minas Gerais
Keywords: Neoplasias da Mama, Mastectomia, Linfedema, Excisão de Linfonodo, Enfermagem.

Abstract

Objetivo: estimar a prevalência e identificar possíveis fatores associados à ocorrência do linfedema em mulheres submetidas a tratamento para câncer de mama. Métodos: estudo de prevalência, com 125 mulheres. Foi realizada entrevista e consulta ao prontuário utilizando-se de questionário. Realizou-se análise univariada e multivariada por meio da regressão logística. Resultados: encontrou-se uma taxa de prevalência de 34,4%. A obesidade, a biópsia de linfonodo sentinela, a radioterapia e a presença de alguma complicação do tratamento mostraram-se estatisticamente significativos para a ocorrência do linfedema. Conclusão: a prevalência de linfedema neste estudo foi alta. As variáveis positivamente relacionadas ao linfedema, consideradas como fatores associados, foram: obesidade, biópsia de linfonodo sentinela, radioterapia e ter alguma complicação relacionada ao tratamento (aderência, retração, parestesia, seroma, fibrose, infecção e deiscência).

Author Biography

Giovana Paula Rezende Simino, Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais
Enfermeira. Professora Adjunto da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais
Published
2017-08-21
Section
Article