Qualidade de vida de pessoas com doença renal crônica em hemodiálise

  • Christiellei Lidanne Alencar Marinho Universidade do Estado da Bahia
  • Jeany Freire de Oliveira Universidade do Estado da Bahia
  • Jéssica Eidler da Silva Borges Universidade da Bahia
  • Rudval Souza da Silva Universidade do Estado da Bahia
  • Flávia Emília Cavalcanti Valença Fernandes Universidade de Pernambuco
Keywords: Cuidados de Enfermagem, Insuficiência Renal Crônica, Qualidade de Vida.

Abstract

Objetivo: analisar a qualidade de vida de pessoas com doença renal crônica. Métodos: estudo transversal, descritivo com pessoas em hemodiálise. A coleta de dados foi realizada com 105 participantes e utilizou-se o instrumento Kidney Disease and Quality-of-Life Short-Form. Os dados foram analisados utilizando-se média, mediana e desvio padrão. Resultados: a amostra foi composta predominantemente pelo sexo masculino, idade acima de 60 anos e que não exercem atividade laboral. Situação de trabalho e Função Física foram as dimensões de qualidade de vida mais afetadas, com médias de 14,76 e 43,1, respectivamente. A Função Cognitiva e Função Sexual apresentaram melhores resultados, com média 86,41 e 86,56. Conclusão: a doença renal crônica e o tratamento hemodialítico interferem na qualidade de vida dos indivíduos, com maiores prejuízos nas dimensões de situação de trabalho e função física e melhor repercussão nos domínios dor, função social, função cognitiva e função sexual.

 

Author Biographies

Christiellei Lidanne Alencar Marinho, Universidade do Estado da Bahia
Graduada em enfermagem pela Universidade de Pernambuco (2008) e mestrado em Hebiatria pela Faculdade de odontologia de Pernambuco (2013). Atualmente é docente da Universidade do Estado da Bahia. Integrante do Grupo de Pesquisa sobre o Cuidado em Enfermagem - GPCenf. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem, atuando principalmente nos seguintes temas: doação de órgãos, doença renal.
Jeany Freire de Oliveira, Universidade do Estado da Bahia
Graduanda do curso de Enfermagem na Universidade do Estado da Bahia - UNEB - Campus VII, Senhor do Bonfim - BA. Atuou como Monitora de Ensino do Componente Curricular Biologia no semestre 2014.2, com carga horária de 192 horas, sob a orientação do Professor Gervásio Paulo da Silva. Atua no Grupo de Pesquisa Qualidade de Vida e Envelhecimento Saudável - QUALES. Atua no Grupo de Pesquisa Sobre o Cuidado em Enfermagem - GPCEnf. Bolsista de Iniciação Científica 2015/2016 pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - FAPESB.
Jéssica Eidler da Silva Borges, Universidade da Bahia
Graduanda em Enfermagem na Universidade do Estado da Bahia, integrante do grupo de pesquisa intitulado Qualidade de Vida e Envelhecimento Saudável.
Rudval Souza da Silva, Universidade do Estado da Bahia
Graduado em Enfermagem pela Faculdade de Enfermagem da Universidade Católica do Salvador - UCSal (2008), licenciatura em História pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB/Campus IV (2003), mestrado (2010) e doutorado (2014) em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da UFBA, Doutorado Sanduíche na Escola Superior de Enfermagem do Porto - Portugal (2013). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade do Estado da Bahia UNEB/Campus VII. Editor Associado da Revista Baiana de Enfermagem e integrante do Copro Editorial dos periódicos: Cuidarte (Colômbia), Revista Referência (Portugal) e REUOL (UFPE/Brasil). Líder do Grupo de Pesquisas sobre o Cuidado em Enfermagem (GPCEnf). Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Cuidados Paliativos. Atuando principalmente nos seguintes temas: Tanatologia, Cuidados Paliativos, Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), Processos de Enfermagem, Diagnóstico de Enfermagem, Sistemas de Classificações (CIPE, NANDA, NIC e NOC).
Flávia Emília Cavalcanti Valença Fernandes, Universidade de Pernambuco
Doutoranda em Inovação Terapêutica (UFPE). Mestre em Gestão e Economia da Saúde pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atualmente é Professora Assistente da Universidade de Pernambuco Campus Petrolina na área de Saúde Coletiva. Vice-líder do Grupo de Pesquisa em Saúde Coletiva da UPE Campus Petrolina - GPESC/UPE
Published
2017-08-21
Section
Article