Sexualidade de pessoas com estomias intestinais

  • Danyelle Braga Rodrigues Cardoso
  • Camilo Eduardo Almeida
  • Dione Seabra de Carvalho
  • Helena Megumi Sonobe
  • Namie Okino Sawada
  • Mary Elizabeth Santana

Abstract


Objetivo: descrever a experiência da sexualidade e outros aspectos do cotidiano de pessoas com estomias intestinais. Métodos: estudo descritivo qualitativo, com dez sujeitos, da Unidade de Referência Especializada, que concederam entrevistas, com análise de conteúdo indutiva. Resultados: os temas estabelecidos: Mudanças físico-emocionais e socioculturais, Alterações no exercício da sexualidade de pessoas com estomias intestinais e Importância do suporte interdisciplinar sobre a nova sexualidade. Estas mudanças vinculam-se à imagem corporal, à autoestima e às relações interpessoais com parceiro, família e amigos, ultrapassando o visível, com surgimento de medo, rejeição, dificuldade com novos relacionamentos, vergonha corporal, constrangimento pelo equipamento coletor, medo que o ato sexual cause danos à estomia e dificuldade em falar sobre a condição. Conclusão: a condição de estomizado requer processo de adaptação, com necessidade de equipe interdisciplinar capacitada em relação aos problemas fisiológicos e psicossociais decorrentes do tratamento cirúrgico e terapêuticas adjuvantes, que dificultam a sexualidade destes sujeitos.
Published
2015-08-04
Section
Research Article