Comunicação de profissionais de unidade de reabilitação física com clientes surdos

  • Wiliam César Alves Machado
  • Juarez de Sousa Pereira
  • Athaynne Ramos de Aguiar Prado
  • Rafael André da Silva
  • Vera Maria da Silva
  • Nébia Maria Almeida de Figueiredo

Abstract

Objetivo: identificar como profissionais de unidade pública municipal de reabilitação física se comunicam com pessoassurdas que buscam atendimento especializado. Métodos: estudo exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa,realizado com 32 profissionais que atuam em reabilitação física, através de instrumento autoaplicável. Resultados: daanálise dos dados, emergiram duas categorias temáticas: Usando a Língua de Sinais Brasileira; e Improvisando estratégiasde comunicação para interagir com clientes surdos. A improvisação de estratégias utilizadas pelos profissionais para secomunicar com surdos podem ocasionar barreiras que repercutem negativamente na qualidade dos serviços prestados aessa clientela. Conclusão: a comunicação é deficitária, e iniciativas efetivas focadas na habilitação dos profissionais queatuam na esfera da reabilitação, podem contribuir para que eles possam dominar a Língua de Sinais Brasileira, assegurandoaos clientes surdos atendimentos adequados, como os prestados às pessoas sem deficiência auditiva.

 
Published
2015-11-10
Section
Research Article