Idosos com acidente vascular encefálico isquêmico: caracterização sociodemográfica e funcional

  • Chrystiany Plácido de Brito Vieira
  • Ana Virgínia de Melo Fialho
  • Paulo César de Almeida
  • Thereza Maria Magalhães Moreira
Keywords: Idoso, Acidente Vascular Cerebral, Enfermagem.

Abstract

Objetivou-se descrever as características sociodemográficas e funcionais do idoso após o acidente vascular encefálico isquêmico. Estudo descritivo, quantitativo, realizado com amostra de acessibilidade de 52 idosos acometidos por acidente vascular encefálico isquêmico, em serviço de saúde de Fortaleza-CE-Brasil, entre maio e agosto de 2009. Calcularam-se média e desvio padrão para as variáveis contínuas e teste qui-quadrado para comparar proporções nas variáveis categóricas. Os resultados mostraram que 37 (71,2%) estavam entre 60 e 79 anos de idade, 43 (82,7%) residiam em Fortaleza, 30 (57,7%) eram casados, com renda familiar média de 2,5 salários mínimos e 16 (30,8%) tinham histórico da doença na família. A proporção de idosos se distribuiu de maneira uniforme nas faixas de incapacidade funcional e de dependência (p=0,972 e p=0,780). O conhecimento do perfil desses idosos é fundamental, pois a qualidade de vida destes tem estreita ligação com a realidade social e econômica, bem como a capacidade funcional.
Published
2012-06-22
Section
Research Article