Câncer infantil: sentimentos manifestados por crianças em quimioterapia durante sessões de brinquedo terapêutico

  • Luís Paulo Souza e Souza
  • Raiane Katielle Pereira Silva
  • Renata Guimarães Amaral
  • Ana Augusta Maciel de Souza
  • Écila Campos Mota
  • Carla Silvana de Oliveira e Silva
Keywords: Jogos e Brinquedos, Criança, Neoplasias, Quimioterapia

Abstract

Este estudo objetivou compreender os sentimentos vivenciados pela criança com câncer manifestados durante sessões de Brinquedo Terapêutico. Trata-se de pesquisa qualitativa com cinco crianças com idade entre três e doze anos, de ambos os sexos. A coleta de dados foi realizada através de uma observação sistemática e participativa, associada a uma entrevista intermediada pelo Brinquedo Terapêutico. Os dados foram trabalhados utilizando-se a análise do discurso. A criança com câncer configurou-se como um ser repleto de sentimentos. O medo da morte, as dores, a tristeza diante das limitações impostas pela doença, o retraimento e revolta com os procedimentos, a angústia perante as incertezas constituíram sentimentos negativos expressos pelas crianças nas dramatizações. No entanto, a evolução do tratamento, a manifestação de um bom prognóstico e o desfecho de cura faziam emergir sentimentos de esperança e felicidade diante do tratamento, otimismo em retornar às atividades habituais e superação em meio às dificuldades vivenciadas.
Published
2012-06-22
Section
Research Article