Metodologias ativas de ensino e aprendizagem em educação à distância em saúde

  • Andréa Soares Rocha da Silva Departamento de Fisioterapia FAMED/UFC, Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará (BRASIL)
  • Luiz Roberto de Oliveira Faculdade de Medicina - Universidade Federal do Ceará
  • Lidia Eugenia Cavalcante Departamento de Ciência da Informação/UFC, Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará (BRASIL)
  • Raquel de Melo Rolim Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará (BRASIL)
  • Laiana Ferreira de Sousa Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará (BRASIL)

Resumo

Introdução: As metodologias ativas de ensino e aprendizagem ocupam um importante contraponto aos métodos tradicionais de ensino, assumindo características de inovação nas diversas áreas em que são utilizadas. O uso crescente das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação Digital (TDIC) revolucionou todos os setores da sociedade, demonstrando também na educação impacto indiscutível e inovador, como demonstrado pelo advento dos Programas de Educação à Distância Online. Apesar das evidências mostrarem bons resultados para uma aplicação combinada, como no caso da Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL, na sigla em inglês), utilizando os programas de educação on-line, há uma aceitação carente de uma possível convergência das metodologias ativas de ensino e aprendizagem e as TDIC. Objetivo: Este trabalho tem como objetivo analisar a importância das metodologias ativas no uso das TDIC em programas de educação a distância on-line, a relação das habilidades de aprendizagem e as estratégias utilizadas para a educação continuada e o uso de conhecimentos adquiridos no trabalho por profissionais que realizam cursos de educação a distância em saúde. Método: Na metodologia de pesquisa empírica, analisa-se as avaliações dos tutores participantes em cursos oferecidos pelo Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará / Brasil (NUTEDS/UFC) na relação das metodologias ativas com o uso das TDIC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréa Soares Rocha da Silva, Departamento de Fisioterapia FAMED/UFC, Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará (BRASIL)

Coordenadora de Tutoria do Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará. Doutora em Educação e Professora da Universidade Federal do Ceará.

Luiz Roberto de Oliveira, Faculdade de Medicina - Universidade Federal do Ceará

Coordenador geral do Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará. Mestre e Doutor em Medicina pela Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ) e pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/SP), respectivamente.

Lidia Eugenia Cavalcante, Departamento de Ciência da Informação/UFC, Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará (BRASIL)

Coordenadora de Monitoramento e Avaliação do Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará. Professora da Universidade Federal do Ceará. Pós-doutora em Ciência da Informação pela Université de Montréal (Canadá).

Raquel de Melo Rolim, Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará (BRASIL)

Coodenadora Executiva do Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará.

Laiana Ferreira de Sousa, Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará (BRASIL)

Supervisora de Avaliação e Monitoramento do Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde da Universidade Federal do Ceará. Bibliotecária pela Universidade Federal do Ceará, Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba.

Referências

Araújo UF. A quarta revolução educacional: a mudança de tempos, espaços e relações na escola a partir do uso de tecnologias e da inclusão social. ETD - Educação Temática Digital, v. 12, n. n. esp., p. 31–48, 2011.

Flinkler M et al. Metodologias ativas no processo ensino-aprendizagem para uma prática educativa mais participativa na área da saúde. Revista da ABENO, v. 8, n.3, p.140-145, 2008.

Garcia MF et al. Novas competências docentes frente às tecnologias digitais interativas. Rev.Teoria e Prática da Educação, v. 14, n. 1, p. 79–87, 2011.

Moran J. Desafios que as tecnologias digitais nos trazem. In: PAPIRUS (Ed.). Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica. 21. ed. São Paulo: [s.n.]. p. 30–35.

Pereira TA et al. Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação por Professores da Área da Saúde da Universidade Federal de São Paulo. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 40, n. 1, p. 59–66, mar. 2016.

Ulysses C, Coelho F, Haguenauer C. As tecnologias da informação e comunicação e sua influência na mudança do perfil e da postura do professor. Colabora@ - Revista Digital da CVA, v. 2, n. 6, p. Não paginado, 2004.

Publicado
2018-12-27