Quarta geração das tecnologias de apoio ao idoso para ambientes de vida assistida

Resumo

Objetivo : O objetivo desta revisão é identificar os recursos tecnológicos que estão sendo utilizados no acompanhamento de vida dos idosos. Método: Foi realizada pesquisa de literatura de artigos publicados de janeiro de 2013 a dezembro de 2017 na Base de Dados Pubmed Resultados: Foram selecionados artigos que descrevem recursos tecnológicos como apoio nas atividades diárias dos idosos e os recursos tecnológicos utilizados no Ambiente de Vida Assistida  (Ambiente Assisted Living AAL). Os artigos foram selecionados com o objetivo de conhecer os recursos que estão sendo empregados, bem como as vantagens e limitações decorrentes de sua implementação. Identificou-se as gerações de Ambientes de Vida Assistida. Conclusão: Constatou-se a evolução do emprego das tecnologias e através da análise do material pesquisado, foi elaborada a  proposta da quarta geração de Ambientes de Vida Assistida.

Biografia do Autor

Siony da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Possui graduação em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Universidade de Mogi das Cruzes (1978), pós graduação em Análise de Sistemas pela Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo (1984) mestrado em Educação pela Universidade Bandeirante de São Paulo (2002) e Especialização em Educação em Saúde (2009), Especialização em Design Instrucional (2012), Especialização em Mídias na Educação (2016). Participação no Grupo de Pesquisa http://saude360.com.br.

 

Josceli Maria Tenório, Programa de Pós Graduação em Gestão e Informática em Saúde - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Graduada em Fisica/Licenciatura pelo Instituto de Fisica USP e Processamento de Dados pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Em 2008, desenvolveu projeto de mestrado em sistemas de apoio à decisão clínica, voltado ao diagnóstico da doença celíaca, em conjunto com o Ambulatório de Gastropediatria (UNIFESP) junto ao DIS/UNIFESP, finalizado em 2010. Entre 2011 e 2013 realizei estudos com foco no desenvolvimento de um Personal Health Record (PHR) inteligente. Meu foco recente de pesquisa é saúde do consumidor, uma das áreas de aplicação da informática em saúde. Atualmente, é aluna do Programa de Pós Graduação em Gestão e Informática em Saúde - Departamento de Informática em Saúde/UNIFESP - nível Doutorado.

Ivan Torres Pisa, Departamento de Informática em Saúde - Universidade Federal de São Paulo

Bacharel em matemática, UNESP Rio Claro (1996). Mestre e Doutor em ciências no Programa de Pós-graduação em Física Aplicada à Medicina e Biologia, FFCLRP USP. Pós-doutoramento com bolsa FAPESP no mesmo programa em parceria com UNIFESP. Livre docente pela Disciplina de Informática em Saúde, UNIFESP. Realiza atividades de ensino, pesquisa e extensão. Iniciou atividades no Departamento de Informática em Saúde EPM UNIFESP como bolsista CNPq projeto ONCONET. Professor adjunto no mesmo departamento. Orientador no Programa de Pós-graduação em Gestão e Informática em Saúde EPM UNIFESP. 

Referências

Yared R, Abdulrazak B. (2016). Ambient Technology to Assist Elderly People in Indoor Risks. J Computers, vol. 5. Disponível em: http://www.mdpi.com/2073-431X/5/4/22/htm

Al-Shaqi R, Mourshed M, Rezgui Y. Progress in ambient assisted systems for independent living by the elderly. SpringerPlus, 2016; 5:624. Disponível em: http://doi.org/10.1186/s40064-016-2272-8

Haux R, Koch S, Lovell N, Marschollek M, Nakashima N, Wolf K. (2016). Health-Enabling and Ambient Assistive Technologies: Past, Present, Future, IMIA Yearbook of Medical Informatics. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/304661754_Health-Enabling_and_Ambient_Assistive_Technologies_Past_Present_Future

Dobre C, Constandinos, X M., Garcia N M, Mastorakis G, Rossitza I G. (2017). Introduction to the AAL and ELE Systems. Disponível em: https://doi.org/10.1016/B978-0-12-805195-5.00001-6.

Doughty K, Cameron K, Garner P.(1996). Three generations of telecare of the elderly, J. Telemed. Telecare 2, 71–80. Disponível em: 10.1177 / 1357633X9600200202.

Blackman S, Matlo C, Bobrovitskiy C, Waldock A, Fang M L, Jackson P J, Milahidis A, Nygard L, Astell, A, Sixsmith A. (2015). Ambient Assisted Living Technologies for Aging Well: A Scoping Review. Journal of Intelligent Systems, 25(1),

pp. 55-69. doi:10.1515/jisys-2014-0136.

Tsukiyama T. (2015). In-home Health Monitoring System for Solitary Elderly. Procedia Computer Sciense, vol 23. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877050915024734.

Memon M, Wagner, S R, Pedersen CF, Beevi F. HA, Hansen FO. (2014). Ambient Assisted Living Healthcare Frameworks, Platforms, Standards, and Quality Attributes. Sensors (Basel, Switzerland), 14(3), 4312–4341. Disponível em: http://doi.org/10.3390/s140304312.

Peek STM, Aarts S, Wouters E. (2015). Can Smart Home Technology Deliver on the Promise of Independent Living? A Critical Reflection Based on the Perspectives of Older Adults. 1-10. 10.1007/978-3-319-01904-8_41-1.

Lee C, Coughin JF. (2014). Perspective: Older Adults’ Adoption of Technology: An Integrated Approach to Identifying Determinants and Barriers. Journal of Product Innovation Management Vol 32. , Ed.. 5 , 747-759. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/262808824_PERSPECTIVE_Older_Adults%27_Adoption_of_Technology_An_Integrated_Approach_to_Identifying_Determinants_and_Barriers

Katzenstein T, Schwartz G, Almeida MHM. (2012). Reflexões sobre aproximação de idosos a tecnologias de informação e comunicação a partir dos arquétipos Senex* e Puer, São Paulo, SP: PUC-SP: Revista Kairós Gerontologia, 15(2), 203-218. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/9883.

Sixsmith A. (2013) Technology and the Challenge of Aging. In: Sixsmith A., Gutman G. (eds) Technologies for Active Aging. International Perspectives on Aging, vol 9. Springer, Boston, MA . Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-1-4419-8348-0_2#citeas.

Alexandru A, Iancuslecu M. (2017). Enabling Assistive Technologies to Shape the Future of the Intensive Senior-Centred Care: A Case Study Approach. Studies in Informatics and Control 26 (3) 343-352, September. Disponível em: https://sic.ici.ro/wp-content/uploads/2017/10/SIC_2017-3-Art10.pdf

Azimi I, Rahmani AM, Liljeberg P, Tenhunen HC. Internet of things for remote elderly monitoring: a study from user-centered perspective. Journal of Ambient Intelligence and Humanized Computing

April 2017, Volume 8, Issue 2, pp 273–289

Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s12652-016-0387-y

Publicado
2019-08-27