Uso de citações bibliográficas diretas e indiretas como fundamento teórico em fóruns virtuais de discussão

Palavras-chave: Educação a Distância, Fóruns de Discussão, Citação Bibliográfica

Resumo

Introdução: Este artigo examina o modo com que estudantes do curso de especialização em saúde indígena da Universidade Federal de São Paulo articulam e expressam suas ideias e aprendizado em ambiente virtual de ensino e aprendizagem, no uso da ferramenta modular ‘Fórum de Discussão’, e a partir da análise das citações bibliográficas, diretas e indiretas. Métodos: Procedemos à releitura e à reinterpretação utilizando o método ‘análise de conteúdo’ de 890 postagens de 140 estudantes ao longo do ano de 2020 e 2021. Resultados: Registramos escassas referências às leituras obrigatórias disponibilizadas, com postagens predominantemente denunciantes e opinativas, amiúde relacionadas às dificuldades na prática cotidiana do serviço de atenção primária à saúde. Além de fraca ancoragem teórica, as postagens apresentaram restrito aprofundamento crítico, com raros intercâmbios entre os pares. Cogitamos alguns possíveis motivos, dentre eles: deficiência de interpretação e redação de textos; pouca experiência em trabalhos acadêmicos e pesquisas bibliográficas; insegurança e inibição e, por fim, nossa inabilidade em perguntar. Conclusão: Sugerimos novas pautas de discussão na agenda pedagógica do curso, dentro de cenários do ensino mediado por interfaces virtuais, na perspectiva das dimensões ecológica, tecnocientífica e simbólica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maurici Tadeu Ferreira Santos, Universidade Federal de São Paulo

Doutor em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina (UNIFESP/EPM), Departamento de Medicina Preventiva, Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva.

Lavinia Santos de Souza Oliveira, Projeto Xingu - Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina UNIFESP

Doutora em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo / Faculdade de Saúde Pública (FSP/USP), e coordenadora de RH do Projeto Xingu, do Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina – UNIFESP.

Pablo Natanael Lemos , Projeto Xingu - Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina UNIFESP

Mestre em Ciências pela Faculdade de Saúde Pública - USP. Especialista em Saúde Coletiva, Saúde Indígena, Endodontia e Gestão em Saúde. Integrante do Projeto Xingu, da Universidade Federal de São Paulo há 15 anos e cirurgião- dentista do Ambulatório do Índio - Hospital São Paulo. Coordenador de tutoria e docente do Curso de Especialização em Saúde Indígena da UNIFESP/UNASUS

Referências

Santos MTF, Oliveira LSS. Docência e tutoria no ensino a distância em saúde indígena: um ensaio fenomenológico. Poiésis-Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul. [on-line], volume 3, n.24.Tubarão, jul./dec.2019, p.428-445.

Disponível em: http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Poiesis/article/view/8286 . Acesso em “10/10/2021”.

Oliveira LSS et al. Saúde Indígena. Curso de especialização em saúde indígena na modalidade a distância: turma 3 (mar a jul/2014) / Organização [de] Lavínia Santos de Souza Oliveira. São Paulo: Unifesp; Brasília - Ministério da Educação. 2014.

Lacerda MRM et al. Criação e compartilhamento de conhecimento em ambientes virtuais de ensino-aprendizagem. Renote - Revista Novas Tecnologias na Educação. [on-line] volume 8, n.1. Porto Alegre, jul. 2010. p.1-10. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/renote/article/view/15189 . Acesso em “01/07/2021”.

Prado M, Pascoal R. Rede das redes sociotecnológicas. In: Sociotramas: estudos multitemáticos sobre redes digitais. Santaella L (Org). São Paulo: Estação das letras e cores. 2014. p.133.

Castells M. A sociedade em rede. São Paulo: Leopardo, 2002.

Bardin L. Análise de Conteúdo. Edições 70 Brasil. São Paulo, 2011.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. ABNT NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro. 2018. Disponível em: http://www.abnt.org.br/ . Acesso em “11/07/2021”.

Martins A, Alves L. O Fórum de Discussão como Instrumento Avaliativo de Aprendizagem. Informática na educação: teoria & prática. Volume 19, n.2, Porto Alegre, jun./set. 2016. ISSN impresso 1516-084X ISSN digital 1982-1654 106. p. 106-122

Pereira N et al. O uso de Fóruns de Discussão para Incentivar a Interação em AVEA: Um estudo de caso no ensino superior. Informática na Educação: teoria & prática. Volume 21, n. 3. Porto Alegre, set./dez. 2018. p. 73-92. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/InfEducTeoriaPratica/article/view/85218 . Acesso em “22/07/2021”.

Di Felice M. Netativismo e ação social na época das redes. In: Sociotramas: estudos multitemáticos sobre redes digitais. Santaella, L (Org). São Paulo: Estação das letras e cores. 2014.

Publicado
2022-06-30