Obesidade infantil: revisão de literatura

  • Sofia Goersch Andrade Aragão Universidade Federal do Ceará (UFC)
Palavras-chave: Obesidade. Peso corporal. Pediatria.

Resumo

A obesidade é um distúrbio crônico que resulta do aumento de gordura proveniente de um desequilíbrio no balanço energético. Vem acometendo cada vez mais crianças e adolescentes e está associada com graves consequências cardiovasculares e psicossociais. Com o objetivo de ampliar conhecimentos que favoreçam a prevenção e diagnóstico precoce de seus fatores de risco foram analisados estudos sobre obesidade infantil visando à promoção da saúde dessa faixa etária. A obesidade infantil se desenvolve, na maioria das vezes, da predisposição genética, associada a fatores comportamentais e ambientais. Verifica-se a grande importância da participação familiar, da prática de atividade física rotineira e do consumo de alimentos saudáveis e nutritivos desde o início da vida no combate à obesidade. A relevância deste agravo e suas consequências reforçam a necessidade de conscientização da prevenção de seus fatores de risco por meio de ações efetivas na primeira infância para inibir as tendências de crescimento da obesidade nesta faixa etária e provavelmente na fase adulta, dentre as quais se destacam as ações de puericultura, a avaliação do crescimento linear, assim como orientações regulares sobre controle e combate da obesidade aos pais e cuidadores, por serem estes os responsáveis pelo estado nutricional e comportamento alimentar infantil.

Biografia do Autor

Sofia Goersch Andrade Aragão, Universidade Federal do Ceará (UFC)
Médica pediatra formada pelo Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, Ceará, Brasil.
Publicado
2017-12-04
Seção
ARTIGOS DE REVISÃO