METÁFORAS MULTIMODAIS NA CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS DO GÊNERO CHARGE: UM EXERCÍCIO DE ANÁLISE

  • Silvana Maria Calixto de Lima Universidade Estadual do Piauí
  • Marcos Helam Alves da Silva Universidade Estadual do Piauí

Resumo

A obra Metaphor we live by, lançada em 1980 por Lakoff e Johnson, erige os fundamentos para umaabordagem sistematicamente cognitiva da metáfora, a conhecida Teoria da Metáfora Conceitual,modelo que passa a servir de lastro para uma significativa produção em torno dessa temática no âmbitoda Linguística Cognitiva. Tal produção inicialmente gira em torno da investigação da ocorrência demetáforas conceituais na linguagem do cotidiano, com o respaldo da proposição dos referidos autoresde que o sistema conceitual humano é de natureza fundamentalmente metafórica. Isso significa quea metáfora faz parte da linguagem do cotidiano e não apenas da linguagem poética, como preconizaa teoria clássica da metáfora. Apesar desse avanço, é fato que boa parte desses estudos trata da investigaçãode metáforas conceituais monomodais, aquelas em que o domínio-fonte e o domínio-alvoocorrem apenas em um modo semiótico. Nesse contexto, este artigo tem como objetivo investigarum novo tipo de ocorrência metafórica, as metáforas multimodais, com base em Forceville (2007;2009). Para esse autor, a metáfora multimodal é aquela em que o domínio-alvo e o domínio-fonte sãoconstituídos exclusivamente ou predominantemente por diferentes modos semióticos. Para o cumprimentodo objetivo delineado para este estudo, constituímos um corpus formado por cinco exemplaresdo gênero charge que versam sobre as temáticas política e justiça na sociedade brasileira. Os resultadosda análise são sugestivos para que se compreenda como a integração de diferentes modos semióticos,particularmente o verbal e o imagético, atua na construção de metáforas multimodais. Ressaltamosque a compreensão do processamento dessas metáforas é um fator decisivo para a construção dossentidos das charges analisadas. Ademais, fica validada a proposição de Forceville (2007) de que ametáfora conceitual não ocorre exclusivamente através do modo semiótico verbal, mas também nainter-relação entre diferentes modos como o verbal e o imagético.

Palavras-chave: Metáfora multimodal, charge, construção de sentidos.

ABSTRACT

The book Metaphor we live by, launched in 1980 by Lakoff and Johnson, puts up the foundationsfor a cognitive systematic approach of the metaphor, known as Theory of Conceptual Metaphor,model that serves as ballast for a significant production around that theme within the CognitiveLinguistics. This production initially revolves around the conceptual metaphors occurrence investigationin everyday language, with the support of cited authors proposition that the humanconceptual system is fundamentally metaphorical in nature. This means that the metaphor is partof everyday language and not only of poetic language, as recommended by the classical theoryof metaphor. Despite this progress, the fact is that many of these studies treat the monomodalconceptual metaphors investigation, those in which the source domain and the target domainoccur only in a semiotic way. In this context, this article aims to investigate a new type of metaphoricaloccurrence, multimodal metaphors, based on Forceville (2007; 2009). To this author,the multimodal metaphor is one in which the target domain and the source domain are composedexclusively or predominantly by different semiotic modes. For fulfilling the outlined goal for thisstudy, we set up a corpus made up of five charges that deal with the political and justice thematicin Brazilian society. The analysis results are suggestive for understanding how the integrationof different semiotic modes, particularly the verbal one and the imagetic one, acts in the constructionof multimodal metaphors. We emphasize that understanding the processing of thesemetaphors is a decisive factor for the construction of the analyzed charges meanings. Moreover,we find the validation of the Forceville’s (2007) proposition that says the conceptual metaphordoes not occur exclusively through verbal semiotic mode, but also in the inter-relationship betweendifferent modes such as the verbal one and the imagetic one.

Keywords: Multimodal metaphor, charge, meanings construction.

Como Citar
LIMA, S. M. C. DE; SILVA, M. H. A. DA. METÁFORAS MULTIMODAIS NA CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS DO GÊNERO CHARGE: UM EXERCÍCIO DE ANÁLISE. Revista de Letras, v. 1, n. 33, 11.