IMAGINAÇÃO E METÁFORA EM IRACEMA

Autores

  • Ana Cristina Caminha Viana Lopes

Resumo

Para Bachelard, a imaginação possui um “poder ilimitado” que desempenha singular papel na recriação do real. Este artigo procura verificar a presença de uma imaginação bachelardiana em Iracema, de José de Alencar. Para tanto, tecemos algumas considerações acerca da imagina- ção de Bachelard. Procuramos investigar a presença desta imaginação tanto no concernente à criação de Iracema (fica claro que Iracema é o resultado, não só de pesquisas feitas por Alencar, mas da privilegiada imaginação deste autor), quanto no tocante ao universo ficcional - apontamos quatro elementos que fundamentam a presença da imaginação em Iracema: “habilidades especiais”, a figura do Pajé, o “trovão de Tupã” e o “vinho de Tupã”. Por último, trabalhamos com a questão da metáfora em Iracema - como elemento que também se identifica com a filosofia de Bachelard. Palavras-chave: Imaginação; metáfora; Iracema

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

LOPES, Ana Cristina Caminha Viana. IMAGINAÇÃO E METÁFORA EM IRACEMA. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 27, 2016. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/2280. Acesso em: 20 jul. 2024.