ASPECTOS DE UMA TEORIA DA MUDANÇA LINGUÍSTICA

Autores

  • Klaus J. Mattheier
  • Hans Peter Wieser

Resumo

Delimitando o domínio e o objeto de estudo da teoria da mudança linguística, discutiremos resumidamente os conceitos teóricos mais relevantes sobre os diversos processos pelos quais mudam os elementos e sistemas linguísticos na dimensão diacrônica. Pressupõe-se que existam três diferentes formas de desequilíbrio ou rupturas da continuidade linguística: a substituição de uma variedade, a união de variedades e a cisão de uma variedade. Assim sendo, a teoria da mudança linguística deve ocupar-se de cinco assuntos essenciais: (i) das condições gerais da estrutura para que a mudança inerente ao sistema possa se realizar; (ii) do processo de transição com suas fases intermediárias; (iii) do encaixamento de uma inovação no sistema linguístico e no contexto sociolinguístico; (iv) da importância da avaliação para o processo de generalização das variações e (v) da análise do problema de como se inicia um processo de mudança. Na análise desses problemas, convém distinguir dois grupos diferentes de variações linguísticas que podem tornar-se fonte de mudanças permanentes da língua: (i) as variações que se formam na realização articulatório-perceptiva das ações linguísticas e (ii) as variações que podem ser explicados pelo uso da língua nas atividades sociocomunicativas e sociais. Refletindo sobre causas e finalidades das mudanças e sobre a ligação íntima entre a evolução e a mudança em geral, lançaremos um olhar para os diferentes campos de ação da mudança linguística, bem como explietra l s Revista de caremos, brevemente, como se passam a formação e a divulgação das inovações linguísticas. Palavras-chave: Mudança linguística, variação linguística, formação e divulgação de inovações linguísticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

J. MATTHEIER, Klaus; WIESER, Hans Peter. ASPECTOS DE UMA TEORIA DA MUDANÇA LINGUÍSTICA. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 30, 2016. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/2396. Acesso em: 23 abr. 2024.