ARGUMENTAÇÃO NA LINGUÍSTICA DOS GÊNEROS: ESPECIFICIDADES TEÓRICO-METODOLÓGICAS / Argumentation in linguistics of genres: theoretical and methodological specificities

  • Rosalice Pinto

Resumo

RESUMO

Este artigo, perspectivado no quadro teórico de uma linguística dos gêneros (RASTIER, 2001), mas com contribuições teóricas de abordagens textual-discursivas – Adam (2008), Amossy (2012), Maingueneau (2004) – visa a estudar de que forma fatores contextuais (prática social, lugar de circulação, agente de produção, público-alvo, objetivo e suporte), de caráter genérico, podem vir a influenciar a materialidade argumentativa multimodal, de alguns gêneros persuasivos – Pinto (2011). Seguindo uma metodologia descendente de análise (BRONCKART, 1999), objetiva-se aqui atestar que as escolhas argumentativas perpetradas pelo agente produtor são condicionadas por aspectos genéricos diversos (PINTO, 2010; 2011). Para fins demostrativos, este estudo se centra na análise de um exemplar de outdoor político produzido em Portugal. Estudos preliminares confirmam a correlação entre coerções contextuais impostas pelo gênero e a seleção de recursos textuais. Especialmente, no caso deste exemplar prototípico, o lugar de circulação e a finalidade do próprio texto coíbem fortemente a construção argumentativa multimodal do gênero outdoor político. Palavras-chave: Argumentação, Linguística dos gêneros, Multimodalidade.

ABSTRACT

This paper, based on the perspective of Linguistics of genres with the theoretical contributions of some textual-discursive approaches Adam (2008), Amossy (2012), Maingueneau (2004) aims at verifying that contextual aspects (social practice, place of circulation, producer agent, interpreter, objective and support), concerning generic elements, may influence the argumentative multimodal materiality of some persuasive genres. Following a top-down methodology of analysis (BRONCKART, 1999), the objetive is to verify that the argumentative strategies selected by the producer are constrained by diferente generic aspects (PINTO, 2010; 2011). In order to confirm this hypothesis, this study is focused on the analysis of a sample of a political poster produced in Portugal. Preliminary studies confirm the correlation between contextual coercions imposed by genre and the selection of textual resources. Specifically, in this prototypical sample, the place of circulation and the objective of the text constrain significantly the multimodal argumentative construction of the political poster genre. Keywords: Argumentation, Linguistics of Genres, Multimodality.

Biografia do Autor

Rosalice Pinto
Pós-doutora em Ciências da Comunicação e doutora em Linguística (especialidade em Teoria do Texto ) – rpinto@fcsh.unl.pt. Investigadora do Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa (CLUNL) e do Centro de Investigação & Desenvolvimento sobre Direito e Sociedade da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa (CEDIS).
Como Citar
PINTO, R. ARGUMENTAÇÃO NA LINGUÍSTICA DOS GÊNEROS: ESPECIFICIDADES TEÓRICO-METODOLÓGICAS / Argumentation in linguistics of genres: theoretical and methodological specificities. Revista de Letras, v. 2, n. 34, 11.