LITERATURA NACIONAL, LITERATURA TRADUZIDA E MEMÓRIA: AS ESCRITORAS FRANCESAS DO SÉCULO XVIII ESQUECIDAS PELA HISTÓRIA LITERÁRIA CANÔNICA

Autores

  • Marie-Hélène Torres

Palavras-chave:

Tradução literária. Literatura francesa do século XVIII traduzida. Antologia traduzida. Cânone.

Resumo

Pretendo abordar, no presente artigo, a questão complexa do processo de canonização estético-
-literário, a partir do conceito tradicional de história literária, com o intuito, ao longo da minha
refl exão, de elaborar um conceito inovador sobre a história literária em vigor, um conceito que
fugiria, talvez, da rigidez do cânone literário existente. A tarefa que me imponho requer uma mudança
de ótica e de visão do mapa-múndi das literaturas, tomando o termo de José Lambert, em
busca de autonomia intelectual, de liberdade de escolha, de leitura e de pensamento crítico. A
problemática inicial consiste principalmente em saber quais elementos contribuem à canonização,
à decanonização ou à recontextualização das obras literárias, especifi camente das escritoras francesas
do século das Luzes, da Revolução Francesa. Portanto, minha contribuição diz respeito à
fortuna crítica de textos de escritoras francesas clássicos do século XVIII no Brasil invisibilizadas
pelo legado literário-cultural do sistema francês. Trata-se, não somente de redimensionar o cânone
das obras literárias francesas do século XVIII na França e no Brasil, mas também de analisar a
tradução literária e seu processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-09-25

Como Citar

TORRES, Marie-Hélène. LITERATURA NACIONAL, LITERATURA TRADUZIDA E MEMÓRIA: AS ESCRITORAS FRANCESAS DO SÉCULO XVIII ESQUECIDAS PELA HISTÓRIA LITERÁRIA CANÔNICA. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 37, 2018. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/33751. Acesso em: 12 abr. 2024.