A RELEVÂNCIA DE ASPECTOS FORMAIS E FUNCIONAIS EM FENÔMENOS VARIÁVEIS RELACIONADOS À PRIMEIRA PESSOA DO PLURAL NO PORTUGUÊS DO BRASIL E DE PORTUGAL

  • Cássio Florêncio Rubio

Resumo

Este trabalho busca apresentar análise dos fenômenos de alternância pronominal entre nós e a
gente e de concordância verbal de primeira pessoa do plural em variedades do português do
Brasil e de Portugal, estabelecendo um quadro comparativo entre os fatores linguísticos de
natureza formal e de natureza funcional. O embasamento teórico da pesquisa se dá,
primordialmente, com base nos pressupostos da Sociolinguística Laboviana (LABOV, 2003) e do
Sociofuncionalismo (CEZARIO, MARQUES E ABRAÇADO, 2016, dentre outros). O corpus
empregado é composto de 152 entrevistas sociolinguísticas provenientes do Corpus de
Referência do Português Contemporâneo (BACELAR DO NASCIMENTO, 2000), do Centro de
Linguística da Universidade de Lisboa; e do Banco de Dados Iboruna (GONÇALVES, 2007), do
Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas de São José do Rio Preto, da Universidade
Estadual Paulista. Os resultados apontam que, nos fenômenos investigados, há diferentes
motivações internas para a variação linguística, com a atuação de fatores de natureza formal,
como paralelismo discursivo e saliência fônica, e de natureza funcional, como determinação do
sujeito. A relevância maior ou menor dos grupos de fatores das diferentes naturezas irá
depender da variedade linguística e também do fenômeno investigado.
Palavras-chave: Primeira pessoa do plural. Variação linguística. Formal. Funcional.

Publicado
2019-10-08
Como Citar
FLORÊNCIO RUBIO, C. A RELEVÂNCIA DE ASPECTOS FORMAIS E FUNCIONAIS EM FENÔMENOS VARIÁVEIS RELACIONADOS À PRIMEIRA PESSOA DO PLURAL NO PORTUGUÊS DO BRASIL E DE PORTUGAL. Revista de Letras, v. 2, n. 38, 8 out. 2019.