COMENTÁRIOS SOBRE A ORDEM SUJEITO-VERBO EM ANÚNCIOS DE JORNAIS DO BRASIL OITOCENTISTA

Autores

  • Leandro Silveira de Araujo

DOI:

https://doi.org/10.36517/revletras.40.1.5

Resumo

Este trabalho faz uma breve apreciação sobre alguns aspectos da colocação do sujeito na oração da língua portuguesa, empregada no Brasil do século XIX. A análise se desenvolveu a partir de uma seleção de anúncios jornalísticos oitocentistas, compilados na obra “Os Preços Eram Commodos... Anúncios de Jornais Brasileiros Século XIX” (GUEDES, BERLINK, 2000). Os dados observados foram contrapostos a estudos sobre ordem no português (DIAS, 1959; MATTOSO CÂMARA JR., 1975; PONTES, 1987). Sob uma perspectiva especialmente quantitativa, foi possível observar que em anúncios oitocentistas a ordem mais favorecida foi a não-marcada, isto é, com sujeito anteposto ao verbo (60%). Contudo, ainda assim identificamos um alto percentual (40%) de ocorrências da colocação marcada, em que o sujeito é posposto ao verbo. A elevada recorrência desse último dado se dá, em parte, devido ao gênero discursivo, que favorece, por exemplo, o uso de passivas sintéticas. Por fim, observamos que o modelo de posicionamento do sujeito já estava definido no século XIX.

Palavras-chave: Ordem Sintática; Português Brasileiro; Século XIX

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-17

Como Citar

ARAUJO, Leandro Silveira de. COMENTÁRIOS SOBRE A ORDEM SUJEITO-VERBO EM ANÚNCIOS DE JORNAIS DO BRASIL OITOCENTISTA. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 40, 2021. DOI: 10.36517/revletras.40.1.5. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/71452. Acesso em: 18 jun. 2024.