CHEGADA DISPERSIVA DE CAMPOS DE ONDAS SWELL NA COSTA OESTE DO ESTADO CEARÁ – BRASIL

  • Eduardo Guilherme Gentil de Farias Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
  • João Marcos Azevedo Correia de Souza Institut Français de Recherche pour l’Exploitation de la Mer
Palavras-chave: onda swell, eventos extremos, zona costeira

Resumo

A forma crescente com que o homem vem ocupando a zona costeira, está criando demanda para estudos de climatologia de ondas de gravidade incidentes em regiões litorâneas. Partindo dessa premissa, o presente trabalho utilizou dados oriundos de um ondógrafo instalado na região adjacente ao terminal portuário do Pecém – CE, visando identificar padrões de incidência de ondas, a partir de uma análise de curto período e posterior validação utilizando dados de escaterometria. A partir dos dados analisados, pôde ser observado que no dia 20 de Março de 2005, os maiores períodos de ondas incidentes ocorreram às 03:15h, com valores de 16.66 segundos. Daí em diante, foi observado um decréscimo contínuo dos períodos de ondas ao longo do dia, culminando em valores mínimos de período às 18:15h, sendo estes da ordem de 13,33 segundos. Este comportamento caracteriza um evento típico de chegada dispersiva. Foi possível identificar que os campos de ondas swell incidentes na região analisada, tiveram sua origem num ponto 2.808 km distante da estação de coleta, percorrendo esta distância em 2,5 dias com uma velocidade de grupo de 13 m.s-1. Dados de sensoriamento remoto ratificaram os resultados do ondógrafo.

Biografia do Autor

Eduardo Guilherme Gentil de Farias, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
Divisão de Sensoriamento Remoto
João Marcos Azevedo Correia de Souza, Institut Français de Recherche pour l’Exploitation de la Mer
Laboratório de Oceanografia Espacial
Publicado
2012-06-01
Seção
Artigos originais