OBSERVAÇÕES SOBRE Antimora rostrata (GÜNTHER, 1878) (ACTINOPTERYGII: MORIDAE) no ESTADO DO RIO DE JANEIRO, BRASIL (OCEANO ATLÂNTICO OCIDENTAL)

  • Paulo Roberto Duarte Lopes
  • Jailza Tavares de Oliveira-Silva
  • Francisco José Pinho de Matos
  • Talitha Araújo Batista Costa
Palavras-chave: ocorrência, Antimora rostrata, biometria, Brasil.

Resumo

São apresentados alguns dados merísticos e morfométricos de dois exemplares de Antimora rostrata Günther, 1878 (Actinopterygii: Gadiformes: Moridae), medindo 284,0 e 327,0 mm de comprimento total, coletados em 22o09′16”S - 39o50′32”W e 22o15′55”S - 39o51′26”W, entre 1.160 e 1.190 m de profundidade, litoral do estado do Rio de Janeiro, Brasil, Oceano Atlântico ocidental.

Biografia do Autor

Paulo Roberto Duarte Lopes
Professor assistente. Universidade Estadual de Feira de Santana - Departamento de Ciências Biológicas
Jailza Tavares de Oliveira-Silva
Bióloga. Univ. Est. de Feira de Santana - Dep. Ciências Biológicas - Lab. Ictiologia
Francisco José Pinho de Matos
Biólogo. Universidade Federal do Rio de Janeiro - Instituto de Biologia - Departamento de Biologia Marinha - Laboratório de Recursos
Pesqueiros
Talitha Araújo Batista Costa
Acadêmica Ciências Biológicas. Univ. Est. de Feira de Santana
Publicado
2011-05-01
Seção
Notas Científicas