PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL EM ESCOLARES PRÉ-ADOLESCENTES: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA.

  • Jordania Chaves de Siqueira
  • Eraldo Diniz Costa, Jefferson Willyan de Sousa Pará, Jacques Antonio Cavalcante Maciel, Alrieta Henrique Teixeira
  • Mariana Ramalho de Farias

Resumo

A adolescência é um período crítico para a saúde, pois durante a transição da infância para a vida adulta, os indivíduos experimentam importantes mudanças biológicas, cognitivas, emocionais e sociais. É um importante momento para adoção de novas práticas e comportamentos e ganho de autonomia para a saúde geral e bucal. Diante disso, a promoção de saúde bucal se apresenta como uma importante e necessária ferramenta a ser difundida, principalmente nas escolas e em todas as idades, uma vez que, orientações sobre uma escovação adequada e os hábitos para manter uma boa higiene oral são capazes de prevenir o desenvolvimento de doenças como a cárie e a doença periodontal. Esse trabalho tem como objetivo apresentar um relato de experiência sobre uma ação de educação e promoção de saúde bucal em escolares pré-adolescentes. A atividade baseou-se em ações de motivação e educação em saúde bucal, seguidos de exame oral, realizados com 60 alunos pré-adolescentes de uma escola do Distrito de Anil, localizado na Cidade de Meruoca, Ceará. A atividade foi desenvolvida no mês de novembro de 2019, pelos integrantes do Grupo de Estudos e Ações em Saúde Coletiva-GEASC do Curso de Odontologia da Universidade Federal do Ceará-Campus Sobral. Como resultados, percebeu-se o envolvimento dos escolares, participando da educação em saúde que foi desenvolvida de forma dinâmica e participativa. Também houve envolvimento dos escolares na escovação supervisionada e nos exames clínicos. Por fim, verifica-se que as atividades de educação em saúde são estratégias potentes para a promoção de saúde bucal.
Publicado
2019-01-01
Seção
Encontro de Extensão – PREX