Desafios da acessibilidade e da tecnologia assistiva na biblioteca universitária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36517/2525-3468.ip.v6iespecial.2021.62529.32-52

Palavras-chave:

Bibliotecário, Acessibilidade, Pessoa com deficiência, Tecnologia Assistiva, Biblioteca universitária

Resumo

Para a pessoa com deficiência, a superação das barreiras físicas e de busca de informação é um desafio constante, visto que a maioria dos recursos informacionais disponíveis ainda não possuem a acessibilidade adequada. A biblioteca universitária por ser um ambiente que contribui para o ensino, a pesquisa e a extensão tem, também, a necessidade de adaptar o seu espaço, sua forma de atendimento e a oferta de seus serviços, adequando-os ao uso pelas pessoas com deficiência. O presente texto é descritivo, qualitativo e focaliza elementos da revisão de literatura de uma pesquisa em andamento. Para empreender a pesquisa optou-se por utilizar fontes documentais, análise da literatura técnico científica visando observar o que, segundo a literatura, fazem os bibliotecários atuantes em sistemas de bibliotecas universitárias para satisfazer as necessidades das pessoas com deficiência, no que diz respeito à utilização e ao conhecimento de recursos de tecnologia assistiva e acessibilidade. Como resultados constataram-se alguns avanços em relação à acessibilidade e a tecnologia assistiva no ambiente das bibliotecas universitárias, porém as mudanças são ainda insuficientes para atender adequadamente as pessoas com deficiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alejandro de Campos Pinheiro, Universidade Federal de Viçosa

Mestrando em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Especialista em Letramento Informacional: educação para a informação pela Universidade Federal de Goiás. Especialista em Informática em Saúde pela Universidade Federal de São Paulo. Especialista em Gestão de Bibliotecas Escolares pela Universidade Federal de Santa Catarina. Possui graduação em Arquivologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2014) e graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2010). Atualmente é coordenador de bibliotecas setoriais da Universidade Federal de Viçosa. Possui experiência atuando como bibliotecário de catalogação e do setor de referência da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia, atuando principalmente nos seguintes temas: estudo de usuários, competência informacional, biblioteca, exclusão digital, serviço de referência, treinamento em bases de dados, levantamento bibliográfico, ficha catalográfica e pesquisa brasileira em ciência da informação. Experiência na Arquivologia com a organização e ordenação dos arquivos correntes, intermediários e permanentes, tramitação dos documentos, desenvolvimento de metodologia para a classificação dos documentos. 

Helena Maria Tarchi Crivellari, Universidade Federal de Minas Gerais

Realizou Pós-Doutorado no Departamento de Biblioteconomía y Documentación da Universidad Carlos III de Madrid, entre outubro/2015 e setembro/ 2016, com bolsa de Estágio Sênior no Exterior, concedida pela CAPES; Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas e Doutorado Sandwich pelo IEDES - Institut d?Étude du Développement Économique et Social/ Université Paris 1/Panthéon-Sorbonne, também com bolsa da CAPES; Mestrado em Administração pela Universidade Federal da Bahia, com bolsa CAPES; Graduação em Serviço Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Foi professora da PUC-Minas, da Escola de Minas da UFOP. Integrou-se aos quadros da UFMG, em 1993, primeiramente na Escola de Biblioteconomia, hoje Escola de Ciência da Informação, onde leciona disciplinas do campo de Gestão de Unidades de Informação, para os cursos de graduação. Integra o Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFMG, onde orienta dissertações de mestrado, teses de doutorado e supervisiona pós-doutorado. Orientou tese premiada, na área de Ciência da Informação e Ciências Sociais Aplicadas I. Membro da Comissão Científica do ENANCIB? Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, em suas edições de 2003, 2008, 2009, 2010, 2017 e 2018, através da coordenação do GT-6 ?Informação, Educação e Trabalho?. Atua, principalmente, na pesquisa dos seguintes temas: trabalho informacional, mercado de trabalho para as profissões da informação; qualificação, relações de trabalho, organização do trabalho e administração de unidades de informação.

Referências

ARANHA, M. S. F. Projeto Escola Viva: garantindo o acesso e permanência de todos os alunos na escola: necessidades educacionais especiais dos alunos. 2 ed. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2005.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR 9050/2020: acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro: ABNT, 2020. 162 p.

BEZERRA, N. A. et al. A biblioteca universitária na proposta do desenho universal: um diagnóstico do sistema de bibliotecas da Universidade Federal do Ceará. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO, 24., 2011, Maceió, Anais [...]. Maceió, UFAL, 2011.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei nº 4.084 de 30 de junho de 1962. Dispõe sobre a profissão de bibliotecário e regula seu exercício. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 2 jul. 1962. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/1950-1969/L4084.htm. Acesso em: 3 fev. 2020.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei nº 10.558 de 13 de novembro de 2002. Cria o programa Diversidade na Universidade e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 14 nov. 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2002/L10558.htm. Acesso em: 21 dez. 2020.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei nº 12.711 de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 30 ago. 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm. Acesso em: 3 fev. 2020.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei n° 13.146 de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 7 jul. 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em 18 jul. 2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 3 fev. 2020.

BRASIL. Congresso Nacional. Decreto Lei nº 5.296 de 2 de dezembro de 2004. Regulamenta as Leis no 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 3 dez. 2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5296.htm. Acesso em 3 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Inep. Censo da Educação Superior 2017: principais resultados. Brasília: Diretoria de Estatísticas Educacionais, 2018.
BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Normativa nº 14, de 24 de abril de 2007. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 26 de abril de 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/programa_incluir.pdf . Acesso em: 27 out. 2020.

BORGES, C.V.S. et al. Proposta de acesso inclusivo dos portadores de deficiência visual na Biblioteca Universitária José de Alencar da Faculdade de Letras da UFRJ.
Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, n. esp., v. 10, 2014.

CAPURRO, R.; HJORLAND, B. O conceito de informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 12, n. 1, 2007.

CORRÊA, M. A. M. Educação especial: v. 01. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2005. Disponível em: https://canalcederj.cecierj.edu.br/012016/a1af164aed3aff470abbd469102d4a12.pdf. Acesso em: 23 set. 2020.

COSTA, Maria de Fátima Oliveira. A informação e o exercício da cidadania. 2004. Disponível em: <http://www.dci.ufc.br/fatimacosta/fcosta.publ.html>. Acesso em: 23 nov. 2020.

CYSNE, M. R. P. A biblioteconomia: dimensão social e educativa. Fortaleza: UFC, 1993.

DINIZ, I. C.; ALMEIDA, A. M.; FURTADO, C. C. O desafio da acessibilidade e da inclusão em bibliotecas universitárias: a prática da biblioteca central da Universidade Federal do Maranhão. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 27., 2016. Salvador, Anais [...]. Salvador: UFBA, 2016.

GALVÃO FILHO, T. A. A construção do conceito de Tecnologia Assistiva: alguns novos interrogantes e desafios. Entreideias: Educação, Cultura e Sociedade, Salvador, v. 2, n. 1, p. 25-42, jan./jun. 2013

GONZALEZ, C. J. Biblioteca acessível: serviço de informação para usuários com deficiência. 2002. Monografia (Departamento de Biblioteconomia e Documentação) - ECA, USP, 2002 apud PAULA, Sônia Nascimento de; CARVALHO, José Oscar Fontanini de. Acessibilidade à informação: proposta de uma disciplina para cursos de graduação na área de biblioteconomia. Ciência da Informação, Brasília, v. 38, n. 3, 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ci/v38n3/v38n3a05.pdf>. Acesso em: 20 jul. 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo 2010. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas-novoportal/sociais/educacao/9662-censo-demografico-2010.html?edicao=9749&t=destaques. Acesso em: 5 fev. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Sinopse Estatística da Educação Superior 2019. Brasília: Inep, 2020. Disponível em:http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse. Acesso em: 20 dez. 2020.

LEVY, P. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

MARTINS, A. B.; MARTINS, A. Bibliotecários de instituições de ensino superior quebram barreiras. ACTAS: Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, Lisboa, n.11, 2012. Disponível em: https://www.bad.pt/publicacoes/index.php/congressosbad/article/view/466/pdf. Acesso em: 21 out. 2019.

MELO, A. M.; COSTA, J. B.; SOARES, S. C. M. Tecnologias assistivas. In: PUPO, D. T.; MELO, A. M.; FERRÉS, S. P. (Orgs.). Acessibilidade: discurso e prática no cotidiano das bibliotecas. Campinas: UNICAMP, Biblioteca Central César Lattes, 2006.

MIRANDA, S. N.; COSTA, M. V. S. B.; SILVA, M. M. O usuário surdo e a acessibilidade no sistema de bibliotecas da UNIRIO. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, n. 2017, v. 13, p. 2008-2019, 2019.
OLIVEIRA, G. B.; PAIVA, S. B. Gestão da informação no laboratório de acessibilidade da biblioteca central Zila Mamede da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 17., 2016, Salvador, Anais [...]. Salvador: UFBA, 2016.

OLIVEIRA, L. C. Visibilidade e participação política: um estudo no Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência em Niterói. 2010. 178f. Dissertação (Mestrado). Departamento de Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Niterói, 2010.

OTTONI, B.L. et al. Abordagem ao usuário com deficiência visual na rede de Bibliotecas da UNESP. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, n. esp., v. 10, 2014.

PEREIRA, A. C. A. Guia de acessibilidade em edificações: fácil acesso para todos. Belo Horizonte: CREA-MG: PBH, 2006. 64 p.

PEREIRA, R. C. S. P. Tecnologias Assistivas e Deficiência: algumas considerações. Educação Temática Digital. Campinas, v. 13, n.1, p.119-133, jul./dez .2011.

PINHEIRO, A. C. Estudo dos usuários dos serviços de referência da biblioteca central da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. In: SEMINARIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 19., 2016, Manaus, Anais [...]. Manaus: UFAM, 2016.

PINHO NETO, J.A.S. A inclusão digital para deficientes visuais do setor braile da biblioteca central da UFPB. In: SEMINARIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS BRAILLE, 8., 2014, São Paulo, Anais [...]. São Paulo: FEBAB, 2014.

RODRIGUES, P. R.; ALVES, L. R. Tecnologia assistiva: uma revisão do tema. Holos, Natal, n. 29, v. 6. p. 170-180. 2013. Disponível em: http://atividadeparaeducacaoespecial.com/wp-content/uploads/2014/07/TECNOLOGIA-ASSISTIVA-REVIS%C3%83O-DO-TEMA.pdf. Acesso em: 18 nov. 2020.
SASSAKI, R. K. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. 7. ed. Rio de Janeiro: WVA, 2006.

SILVA, R. A. COSTA, M. K. A. CRIVELLARI, H. M. T. A formação do bibliotecário para atuar na sociedade inclusiva. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIENCIA DA INFORMAÇAO, 15, 2014, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

SILVA, H. A.; LEITE, F. C. D. Avaliação dos serviços em biblioteca universitária: o caso da biblioteca setorial Prof. Candido Athayde da UFPI. Ponto de Acesso, v. 9, n. 2, p. 84-97, 2015. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/13115/9842. Acesso em: 5 fev. 2020.

SILVEIRA, J. G. Universidade e bibliotecas universitárias: em foco as condições de acesso à informação e aos prédios da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG por pessoas com deficiência. In: SILVEIRA, J. G. (Org). Acessibilidade e cidadania: teorias e práticas em contextos informacionais. Belo Horizonte: Impressões de Minas, 2014.

SOUSA, C. S. et al. Acessibilidade e informação científica na educação superior: caminhos trilhados pelo Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Ceará. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 28., 2014, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

SOUSA, C. S. et al. Desenvolvimento de coleções para pessoas com deficiência visual no sistema de bibliotecas da Universidade Federal do Ceará. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 17., 2012, Gramado. Anais [...]. Gramado: UFRGS, 2012.

STORTI, V. R. et al. Promover a acessibilidade aos deficientes visuais e baixa visão à rede de bibliotecas da Unesp. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 10, n. Especial, 2014. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/4497. Acesso em: 5 fev. 2020
TEIXEIRA, L. A. et al. Políticas de inclusão de acessibilidade para a promoção da competência em informação: um olhar para a biblioteca central da UFMS. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 13, p. 331-352, 2017.
VIANNA, W. B.; PINTO, A. L. Deficiência, acessibilidade e tecnologia assistiva em bibliotecas: aspectos bibliométricos relevantes. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 22, n. 2, p.125-151, abr./jun. 2017.

Downloads

Publicado

2021-05-30

Como Citar

PINHEIRO, Alejandro de Campos; CRIVELLARI, Helena Maria Tarchi. Desafios da acessibilidade e da tecnologia assistiva na biblioteca universitária. Informação em Pauta, [S. l.], v. 6, n. especial, p. 32–52, 2021. DOI: 10.36517/2525-3468.ip.v6iespecial.2021.62529.32-52. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/62529. Acesso em: 13 abr. 2024.