Chamadas para Dossiê em Aberto

Envie sua proposta de Dossiê a RCS! Veja detalhes em nossas Instruções para Propostas de Dossiês

--

Dossiê Quando as ciências sociais encontram a educação: (re)pensando cenários contemporâneos das desigualdades educacionais

 

Prazo de submissão:  30/04/2020

O diálogo entre as ciências sociais e a educação se faz presente em diversas linhagens e correntes de análise da disciplina. Nosso intuito é focar em textos que busquem identificar a dimensão social no processo educacional. Não somente os clássicos quanto os contemporâneos, possuem na educação um fio condutor de uma análise precisa acerca do tecido social. As relações sociais estão presentes no âmbito educacional tanto nos âmbitos formais e informais de educação. Da relação mais primária, entre o aluno e o professor até o papel das instituições na implementação de políticas educacionais, envolvem leques de
discussão presentes e necessários na atual conjuntura. Nossa proposta neste dossiê é de reunir trabalhos e pesquisas das mais diversas perspectivas teórico-metodológicas que promovam a interlocução entre as ciências sociais e a educação, seja em caráter macro ou microssociológico, e que ajudem a pensar o cenário contemporâneo de desigualdades no país.


Nesse sentido, serão bem-vindos artigos cujas discussões e análises estejam pautadas no âmbito das ciências sociais considerando, assim, seus sujeitos e instituições, a perspectiva das desigualdades de oportunidades educacionais, além das dimensões política e cultural da educação sob uma perspectiva sociológica.

Cenários contemporâneos das desigualdades educacionais
Objetivo deste dossiê é reunir pesquisas que promovam a interlocução entre as ciências sociais e a educação, abarcando as mais diversas perspectivas teórico-metodológicas, em caráter macro ou microssociológico, e que contribuam com novos conhecimentos sobre o cenário contemporâneo das desigualdades educacionais no país e/ou em perspectiva comparada. Objetivamos selecionar textos que operem com a dimensão social dos processos educativos quer seja nos espaços e instituições de ensino formais ou informais, na relação entre discentes e docentes, nos processos de elaboração e implementação de políticas educacionais ou, ainda, que abarquem diferentes vozes presentes nos debates sobre as conjunturas político-educativas atuais. Esse esforço se justifica pelo fato de nas duas últimas décadas as desigualdades educacionais e suas múltiplas faces terem sido investigadas em
franco diálogo com as ciências sociais, adentrando de forma progressiva e expressiva nas pós-graduações de Ciências Sociais e de suas subdisciplinas. Para compor esse dossiê serão bem-vindos artigos cujas discussões e análises abordem aspectos das desigualdades socioeducativas e pautem-se nos aportes teórico-metodológicos das ciências sociais, considerando tanto sujeitos quanto instituições, articulados aos seguintes eixos (exemplos):


1. Relações de gênero, étnico-raciais e geracionais nos espaços educativos.
2. Questões urbanas e oportunidades educacionais.
3. Expansão da educação básica e superior: avanços, contradições e desafios dos
sistemas escolares.
4. Atores educativos (famílias, gestores, docentes, estudantes, movimentos sociais etc.) e
processos de construção da igualdade/desigualdade de oportunidades.

 

Organizadoras:

Sara Esther Dias Zarucki Tabac (Doutoranda PPCIS/ UERJ)
http://lattes.cnpq.br/4901773895168381
Ruth Maria Moraes Oliveira Prado (Doutoranda PPGE/ UFRJ)
http://lattes.cnpq.br/8006888065568778