CONCEPÇÕES DE LÍNGUA: ENSINO E AVALIAÇÃO; AVALIAÇÃO E ENSINO

Autores

  • Irandé Antunes Universidade Estadual do Ceará

Resumo

O presente artigo tem como objetivo, dentre outros mais específicos, discutir a relação entre língua, ensino e avaliação escolar. Neste sentido, busco mostrar que é inegável a recíproca relação entre ensinar e avaliar. Ambossão atos do “drama” insconstitucional escolar, atos inerentemente interligados e, em parte, intercondicionantes. Ensinar e avaliar são atividades e, como tais, são dependentes de um sistema de concepções, deum conjunto de princípios a partir dos quais se definem e se delimitam. Ensinar língua e avaliar ensino de língua são atividades em que se refletem as concepções que temos acerca do que é uma língua, do que são seus diferentes componentes e de como tais componentes intervêm na sua atualização. Neste cenário, destaco também o papel da escola e os mecanismos de que ela dispõe como processos de avaliaçao, como o vestibular, por exemplo. Por fim, destaco a disposição dos órgãos institucionais – acadêmicos e administrativos – para oferecerem um suporte teórico capaz de promover concepções mais amplas, mais condições reais de uso de língua. No entanto, ainda sepodem registar apenas tímidas e pouco substâncias mudanças no âmbito do ensino. Concuindo, insisto em que não se pode negar a vinculação entre as concepções de língua e as atividades pedagógicas de ensinar e avaliar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

ANTUNES, Irandé. CONCEPÇÕES DE LÍNGUA: ENSINO E AVALIAÇÃO; AVALIAÇÃO E ENSINO. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 31, 2016. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/1083. Acesso em: 22 fev. 2024.