TIPOLOGIA, TOPOLOGIA, TOPOGRAFIA: A SEMÂNTICA DOS GÊNEROS

Autores

  • Jay L. Lemke Universidade de Michigan
  • Hans Peter Weiser Universidade Estadual do Ceará

Resumo

O conceito central de gênero é redefinido para destacar as relações entre os gêneros e para mostrar a base de um modelo da mudança de gêneros. Ao mesmo tempo, propõe-se uma nova ordem de formação semiótica cultural que se situa entre os recursos semióticos gerais (por ex.: a lexicogramática) e as instanciações particulares (por ex.: os textos). Os fundamentos teóricos da semiótica social são descritos e desenvolvidos, fazendo generalizações a partir da gramática funcional de Halliday e enfatizando que as formas culturais são produtos da atividade humana que mudam constantemente em muitas escalas temporárias. Os gêneros não são apenas classificados (tipologia), mas sua estrutura semântica interna (topografia) é usada para localizá-los em espaços semânticos multidimensionais nos quais seus graus de semelhança e diferença podem ser visualizados como proximidade ou distância que um gênero mantém do outro (topologia).

Palavras-chave: gênero, gramática funcional, semântica, topologia, tipologia, formação discursiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

LEMKE, Jay L.; WEISER, Hans Peter. TIPOLOGIA, TOPOLOGIA, TOPOGRAFIA: A SEMÂNTICA DOS GÊNEROS. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 31, 2016. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/1091. Acesso em: 23 abr. 2024.