A TRAGÉDIA DA DOENÇA - BASES FENOMENOLÓGICAS DA MEDICINA NARRATIVA.

  • Carlos E. Pompilo Universidade de São Paulo

Resumo

Este ensaio procura expor o estado patológico como uma reconfi guração de nosso ser-no-mundo, por meio da abor-dagem fenomenológica do processo do adoecer e utilizando o conceito de unheimlichkeit (não-estar-em-casa) (FREUD, 1925, HEIDEGGER, 2012 e SVENAEUS, 1999), cujas consequências imediatas seriam uma apreensão alterna-tiva da facticidade do “mundo da vida” e a possibilidade de reinterpretação da estrutura de signifi cação na qual estamos inseridos. Tal condição permitiria ao enfermo, por intermédio da produção de narrativas a partir de seu estado mórbido, criar outros “mundos” e produzir “Eus” redimidos. Para os profi ssionais da saúde, a quem tais experiências de cunho existencial convergem, a narrativa assim confi gurada não tem como objetivo a simples coleta de dados ou o mero acolhimento do paciente. Ao contrário, a ausculta atenta do profi ssional de saúde e sua intervenção discursiva constituem elas mesmas uma Terapia. Palavras-chave: Narrativa, Unheimlichkeit, Medicina. Abstract This essay aims to expose the pathological state as a reconfi guration of our being-in-the-world, through a phe-nomenological approach to the process of getting ill and an appropriation of the concept of Unheimlichkeit (“the uncanny”) (Freud, 1925, Heidegger 2012 and SVENAEUS, 1999). The immediate consequences of this approach are an alternative apprehension of the facticity of the “world-of life” and the possibility of a reinterpretation of the signifi cation structure in which we operate. Such a condition allows the patient, through the production of narratives about his/her morbid state, to create other “worlds” and produce redeemed “Selves”. For the health professionals, to whom such exis-tential experiences converge, the so-confi gured narratives do not represent a simple collection of data or a better way of embracing the patients before them. Rather, these health professionals’ careful auscultation and their discursive in-tervention are themselves a Therapy. Keywords: Narrative, Unheimlichkeit, Medicine.
Como Citar
POMPILO, C. E. A TRAGÉDIA DA DOENÇA - BASES FENOMENOLÓGICAS DA MEDICINA NARRATIVA. Revista de Letras, v. 2, n. 32, 11.