A INFÂNCIA COMO TÓPOS NARRATIVO E BIOGRÁFICO NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA

  • Pedro Ipiranga Júnior Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

O presente trabalho busca reavaliar a referência à infância bem como à educação a ela destinada em certas narrati-vas, como A República e as Leis de Platão e a Ciropedia de Xenofonte, buscando verifi car seu tratamento e função narrativos, bem como sua correlação com valores e ideias a serem prescritos à comunidade política e seu uso como uma proto-imagem do cidadão. Dentro dessa perspectiva, serão comentadas as várias indicações a espaços públicos e privados, pensados tanto como espaços de discussão de temas propriamente políticos e morais, quanto de questões pertinentes à educação e formação de crianças e jovens.

Palavras-chave: tópoi biográficos na Antiguidade; infância na Antiguidade e a concepção de paideia; narrativas de ca-ráter pedagógico na Antiguidade.

ABSTRACT

This study aims to reassess the reference to childhood and the education intended in some narratives, such as the Republic and the Laws of Plato and Xenophon’s Cyropaedia seeking to verify its treatment and function in the narrative, as well as its correlation with values and ideas to be prescribed to the political community and its use as a proto-image of the citizen. Within this perspective, are commented on the various indications to public and private spaces, designed both as forums for discussion of proper political and moral themes, and issues relevant to education and training of children and young people.

Keywords: ancient biographical topoi; childhood in the an-tiquity; the concept of paideia and narratives of pedagogical character in Antiquity

Como Citar
JÚNIOR, P. I. A INFÂNCIA COMO TÓPOS NARRATIVO E BIOGRÁFICO NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA. Revista de Letras, v. 2, n. 32, 11.