O DISCURSO ANTI-HERÓICO NO ROMANCE EM CÂMARA LENTA

Autores

  • Lucimeire Viana Nunes

Resumo

O discurso anti-heróico no romance Em câmara lenta analisa a postura e as ações do seu protagonista, que se opõe à ditadura militar instaurada no Brasil após o ano de 1964. A investigação sobre como evolui o herói tradicional, enraizado nas produções ficcionais épicas e trágicas, elucida o comportamento do herói guerrilheiro, inserido em um sistema diverso de valores. Na literatura brasileira dos anos 70, o revolucionário assume a contestação contra o poder, envolve-se com a luta armada, e a considera como uma prática política benéfica ao País. A morte, para esse indivíduo problemático, inspira grandiosidade e serve de lição para os que, no futuro, irão propor mudanças.

Palavras-chave: Revolução, Utopia, Anti-heroísmo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

NUNES, Lucimeire Viana. O DISCURSO ANTI-HERÓICO NO ROMANCE EM CÂMARA LENTA. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 23, 2016. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/2192. Acesso em: 16 jun. 2024.