MEDÉIA E SEUS CONTRÁRIOS

Autores

  • Henrique Cairus

Resumo

Esse artigo procura oferecer uma leitura da tragé- dia Medéia, de Eurípides, que tenha por eixo a figura da protagonista como “símbolo dramático” – para usar uma expressão de B. Knox – de uma alteridade aterradora, de uma ameaça ao estado democrático e ao nómos políade. Palavras-chave: Medéia; Tragédia grega; alteridade na Grécia Antiga

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

CAIRUS, Henrique. MEDÉIA E SEUS CONTRÁRIOS. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 27, 2016. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/2279. Acesso em: 20 jul. 2024.