AVALIAÇÃO E ATITUDES SOCIOLINGUÍSTICAS NO PORTUGUÊS EUROPEU MADEIRENSE

Autores

  • Aline Bazenga

DOI:

https://doi.org/10.36517/revletras.40.1.12

Resumo

Esta pesquisa apresenta análises sobre avaliação linguistica no português europeu madeirense, através de corpora (entrevistas sociolinguísticas selecionadas a partir da amostra Funchal do CORPORAPOT e Corpus Sociolinguístico do Funchal (CSF)) e de questionários no âmbito de trabalhos de investigação realizados por Andrade (2014), Rodrigues (2018) e Nunes (2019). Foram selecionadas para um exame mais detalhado, duas variáveis sociolinguísticas, objeto de estudos anteriores focados na produção linguística: a realização anafórica de OD (variantes não padrão - ele, lhe e realização nula - e variante padrão, com clítico o) e as construções existenciais (variante não padrão - com ter - e variante padrão - com haver). O objetivo central é contribuir para o conhecimento mais aprofundado da sociedade insular, amplamente heterogênea do ponto de vista sociodemográfico e linguístico. Pretende-se, ainda, refletir sobre a possível influência dos significados sociais dos usos linguísticos e dos mecanismos subjacentes a esta inter-relação, de modo a melhor perceber se estamos perante uma comunidade de fala madeirense ou de uma pluralidade de comunidades de fala locais, geográfica e socialmente situadas na ilha da Madeira. Os resultados mostram, por um lado, que os falantes madeirenses têm consciência da diversidade linguística existente no território insular e do seu significado social, e, por outro, existe uma tendência à correlação entre variáveis sociolinguísticas e variáveis sociais (idade e nível de escolaridade dos participantes) que deverá ser levada em conta nos futuros trabalhos de investigação.

Palavras-Chave: Avaliação Sociolinguística; Variáveis Linguísticas; Português Madeirense.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-17

Como Citar

BAZENGA, Aline. AVALIAÇÃO E ATITUDES SOCIOLINGUÍSTICAS NO PORTUGUÊS EUROPEU MADEIRENSE. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 40, 2021. DOI: 10.36517/revletras.40.1.12. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/71459. Acesso em: 19 maio. 2024.