UMA ANÁLISE ARGUMENTATIVA E INTERTEXTUAL DOS ESTEREÓTIPOS

Autores

  • Dálete de Castro Braga COSTA
  • Maiara Sousa SOARES
  • Maria da Graça dos Santos FARIA

DOI:

https://doi.org/10.36517/revletras.41.1.4

Resumo

Este artigo propõe uma análise argumentativa de estereótipos a partir da estratégia argumentativa da intertextualidade. Os estereótipos são um tipo de representação social, e as representações sociais, conforme Moscovici (2007), são preexistentes e ancoradas em valores e crenças. Dentro desse âmbito, entendemos os estereótipos como um conjunto de imagens cristalizadas que são frequentemente estabilizadas e desestabilizadas (AMOSSY; PIERROT, 2001). Sendo a estereotipia necessária a um bom funcionamento argumentativo, buscamos a noção de argumentatividade discursiva em Amossy (2011) e Cavalcante et al. (2019), para as quais todo texto é argumentativo. Os estereótipos podem, então, ser flagrados nos textos a partir das alusões, amplas e estritas. Assim, essas imagens prévias são recursos que colaboram para a orientação argumentativa, direcionando modos de ver e de pensar dos interlocutores. A partir da análise de textos publicados no espaço digital, analisamos a argumentatividade dos estereótipos por meio do processo intertextual de alusão, e as análises apontam que as alusões amplas e estritas inscrevem e convocam estereótipos, que constroem a argumentatividade do texto.  

Palavras-chaves: estereótipos; argumentação; intertextualidade.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-07-15

Como Citar

COSTA, Dálete de Castro Braga; SOARES, Maiara Sousa; FARIA, Maria da Graça dos Santos. UMA ANÁLISE ARGUMENTATIVA E INTERTEXTUAL DOS ESTEREÓTIPOS. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 41, 2022. DOI: 10.36517/revletras.41.1.4. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/81094. Acesso em: 18 jul. 2024.