SUSPEIÇÃO DE MORO EM DEBATE NO STF INTERFACES TEXTUAIS, DISCURSIVAS E ENUNCIATIVAS

Autores

  • Maria das Graças Soares RODRIGUES

DOI:

https://doi.org/10.36517/revletras.41.1.9

Resumo

Discutimos, neste artigo interação, conflituosa no Supremo Tribunal Federal (STF), decorrente de uma discussão entre alguns Ministros daquela Suprema Corte, acerca da suspeição de Sérgio Moro, ex-ministro de Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro, em relação ao ex-presidente, Luís Inácio Lula da Silva. Para tanto, ancoramos nossa reflexão nas seguintes questões orientadoras: 1) Considerando-se o ambiente formal que é a instituição Supremo Tribunal Federal, como interagem os ministros em contexto de trabalho, na cena enunciativa escolhida para análise?  2) Além da sequência dialogal que compõe o macronível da estrutura textual da cena interativa, que outra(s) sequência(s) textual(is) constitui(em) o mesonível textual? 3) Que dispositivo(s) enunciativo(s) evidencia(m) a ruptura da interação esperada? 4) Qual o ponto de vista dos interactantes acerca do objeto da discussão? Para responder a essas perguntas, estabelecemos como objetivos descrever, analisar e interpretar um evento interacional em contexto institucional que suscitou uma discussão (bate-boca, briga) entre os Ministros Luís Barroso e Gilmar Mendes. Essa discussão constitui nosso corpus, o qual foi obtido no canal da CNN Brasil no YouTube. A análise revelou que o ponto de vista dos interactantes acerca do objeto de discurso é antagônico, tendo gerado um ambiente tenso, de violência verbal na entonação. Nessa direção, ainda que posições radicais tenham se manifestado, venceu a posição daqueles que reconheciam que o então juiz Moro tinha sido parcial em relação aos julgamentos do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Palavras-chave: Interação conflituosa. Ponto de vista. Violência verbal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-07-15

Como Citar

RODRIGUES, Maria das Graças Soares. SUSPEIÇÃO DE MORO EM DEBATE NO STF INTERFACES TEXTUAIS, DISCURSIVAS E ENUNCIATIVAS. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 41, 2022. DOI: 10.36517/revletras.41.1.9. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/81100. Acesso em: 17 jun. 2024.