REFLEXÕES SOBRE A TRADUÇÃO COMENTADA COMO GÊNERO ACADÊMICO

Autores

  • Gilles Abes Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.36517/revletras.42.1.20

Resumo

O presente artigo propõe uma reflexão sobre a tradução comentada enquanto gênero acadêmico. A montante, procura-se pensar os elementos fundantes da própria constituição do comentário, apontando um conjunto de procedimentos teórico-metodológicos que possibilitam e originam os comentários. Com isso, é necessário esboçar uma definição dos termos “comentário” e “nota”, assim como do que vem a ser uma “tradução comentada”, focando especialmente o texto literário, diferenciando-a da tradução anotada e da própria nota. Busca-se, igualmente, a partir de uma abordagem mais stricto sensu do comentário, situá-lo como gênero específico acadêmico. A jusante, finalmente, visa-se refletir a respeito do impacto dos comentários sobre uma tradução, nas suas diferentes manifestações, assim como para o tradutor e o leitor. As pesquisas de Torres (2017), Zavaglia (2015), Boisseau (2007), Sardin (2007), Berman (1986) formaram os principais textos teóricos do presente trabalho. Trata-se, em suma, de auxiliar o/a pesquisador/a que opta por realizar a tradução comentada de uma obra literária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-08-22

Como Citar

ABES, Gilles. REFLEXÕES SOBRE A TRADUÇÃO COMENTADA COMO GÊNERO ACADÊMICO. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 42, 2023. DOI: 10.36517/revletras.42.1.20. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/85156. Acesso em: 20 fev. 2024.