THE TURN OF THE SCREW UM ESTUDO DESCRITIVO, INTERDISCIPLINAR E PRELIMINAR AO TRABALHO TRADUTÓRIO

Autores

  • Diana Costa Fortier Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.36517/revletras.42.1.24

Resumo

A novela The Turn of the Screw (usar itálico para títulos), de Henry James, tem sido objeto de uma vasta quantidade de estudos críticos desde sua publicação, em 1898. Constitui um exemplo do gênero novela, definido como um formato “curto demais para ser um romance e longo demais para ser um conto” (definido por quem?), em que Henry James foi particularmente bem-sucedido. Desde o início, fez enorme sucesso de público e crítica e foi um dos maiores triunfos literários de James, mas talvez também seu trabalho mais controvertido e enigmático. O presente artigo apresenta o estudo preliminar que fundamentou a elaboração de uma tradução comentada da novela The Turn of the Screw para o português brasileiro. Entre outras fontes de dados para a elaboração do texto em português encontra-se um corpus contendo as dez traduções anteriores da novela para o português do Brasil, compilado para o presente estudo e investigado com o auxílio de ferramentas computacionais de análise linguística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diana Costa Fortier, Universidade Federal do Ceará

Departamento de Letras Estrangeiras, Unidade Curricular de Língua Inglesa e Prática de Ensino

Downloads

Publicado

2023-08-24

Como Citar

FORTIER, Diana Costa. THE TURN OF THE SCREW UM ESTUDO DESCRITIVO, INTERDISCIPLINAR E PRELIMINAR AO TRABALHO TRADUTÓRIO. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 42, 2023. DOI: 10.36517/revletras.42.1.24. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/article/view/86665. Acesso em: 20 fev. 2024.