O MARXISMO DE MARCUSE NA ESCOLA DE FRANKFURT

Autores

  • Adauto Lopes da Silva Filho

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i6.9299

Resumo

O presente artigo pretende demonstrar a influencia do pensamento de Marx nas teses de Herbert Marcuse, um dos grandes representantes da Escola de Frankfurt. Ao mesmo tempo destaca alguns dos elementos aceitos e refutados por Marcuse acerca da teoria hegeliana. Os prolegômenos dessas questões são delineados com os fundamentos críticos da Escola de Frankfurt.

Biografia do Autor

Adauto Lopes da Silva Filho

Graduado em Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Filosofia de Fortaleza, mestre em Filosofia pela Universidade Federal da Paraíba e doutor em Educação pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Ceará.

Downloads

Publicado

2017-03-25

Como Citar

SILVA FILHO, Adauto Lopes da. O MARXISMO DE MARCUSE NA ESCOLA DE FRANKFURT. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 6, p. 1–13, 2017. DOI: 10.29148/labor.v1i6.9299. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/9299. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)