Infecções urinárias e uso de cateter vesical de demora em unidade pediátrica

  • Maria Iranilda Queirós
  • Maria Aneuma Bastos Cipriano
  • Míria Conceição Lavinas Santos
  • Maria Vera Lúcia Moreira Leitão Cardoso

Resumo

Objetivou-se identificar os agentes etiológicos de infecção urinária em crianças submetidas ao cateterismo vesical de demora, internadas em uma Unidade de Terapia Intensiva, o tempo de uso e a indicação desse cateter. A população estudada foi composta de crianças atendidas na Unidade Pediátrica de um hospital escola, de julho a dezembro/2006. Os dados foram coletados dos prontuários. A amostra foi de 38 crianças que utilizavam sonda vesical de demora. A principal indicação do cateterismo foi a monitorização do débito urinário. O tempo de uso do cateter vesical 21 (55,3%) foi de 7 a 30 dias, 14 (36,8%) < 7 dias e 3 (7,9%) > 30 dias. O principal agente etiológico evidenciado foi a Escherichia coli (2,6%). Constatou-se que crianças que utilizaram cateter vesical de demora apresentaram considerável taxa de infecção urinária de acordo com os dados da literatura.
Publicado
2011-04-30
Seção
Artigos de Pesquisa